GNR apreende em Olhão mais de 1 tonelada de polvo sem peso mínimo para comercialização

O subdestacamento da Unidade de Controlo Costeiro de Olhão da GNR apreendeu ontem, quinta-feira, 4, em plena Ria Formosa, 1.068 quilos de polvo sem peso mínimo para captura e comercialização.

No âmbito de uma ação de vigilância e patrulhamento que visava a preservação de espécies marinhas e a salvaguarda da fauna e flora da Ria Formosa, os militares detetaram polvo-comum que “não foi sujeito ao regime de primeira venda em lota e não possuía o peso mínimo exigido por lei para a sua captura e comercialização, que é de 750 gramas”, explica a força policial em comunicado.

Pub

Foi identificada a empresa responsável e elaborados os respetivos auto de notícia por contraordenação, designadamente um por fuga ao regime de primeira venda em lota (fuga à lota) com coima punível até valor máximo de 44.891 euros, e outro por captura de pescado sem respeitar o peso mínimo fixado, com coima punível até 37.500 euros.



Pub
Artigos Relacionados
Mais em Sociedade
“Aqui há História” comemora Dia Mundial da Criança

A Associação Cultural e Artística de Tavira (ACAT) no âmbito do projeto “TAVIANIMA – Formar…

Baja de Loulé marcada no primeiro dia pelo calor e por desistências de vulto

Como delineado, a Baja de Loulé arrancou com o prólogo com 5,250 kms junto ao Estádio Algarve, permitindo ao público de Faro e Loulé assistir

De Boca em Boca Mértola com mais “Caminhos Contados”

Com o apoio do Ministério da Cultura através do programa Garantir Cultura, e o apoio…

“Bora lá ao Parque!” em Loulé

O Grupo de trabalho da Rede Municipal de Loulé “Cidade Educadora”, com a colaboração da…