Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Queimadas proibidas no Algarve até terça-feira

O governo assinou na sexta-feira um despacho que proíbe a realização de queimadas e de queimas de sobrantes de exploração entre 11 e 14 de maio em dez distritos do país, incluindo o Algarve.

A proibição, assinada em despacho conjunto pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e pelo secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, é válida para os distritos de Beja, Bragança, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Lisboa, Portalegre, Santarém e Setúbal.

De acordo com o governo, a proibição resulta, entre outras situações, das informações do Instituto Português do Mar e da Atmosfera sobre o agravamento do risco de incêndio para a globalidade do território do continente e do aviso à população da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil sobre o perigo de incêndio rural.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil determinou, por seu lado, a passagem ao Estado de Alerta Especial Amarelo do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais nos distritos de Beja, Évora e Faro, assim como a passagem ao Estado de Alerta Especial Azul, que passará a amarelo às 00:00 de dia 12, do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais nos distritos de Bragança, Castelo Branco, Guarda, Lisboa, Portalegre, Santarém e Setúbal.



Exit mobile version