CDS-PP questiona governo sobre falta de médicos pediatras no Hospital de Portimão

O grupo parlamentar do CDS-PP questionou o governo sobre a falta de médicos pediatras no Hospital de Portimão, que obrigou ao encerramento do serviço de Maternidade entre sexta e segunda-feira, dias 7 a 11.

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) denunciou o encerramento da maternidade do Hospital de Portimão, entre as 16:30 horas de sexta-feira e as 9:00 de hoje, terça-feira, 11, por falta de médicos pediatras que assegurem os cuidados neonatais em presença física.

Pub

A unidade garantiria apenas os partos iminentes e/ou emergentes, sendo que as outras grávidas seriam encaminhadas para o Hospital de Faro.

“O CDS-PP encara estes factos com muita preocupação, considerando ser absolutamente necessário e prioritário assegurar tanto o acesso à saúde, como a qualidade da prestação de cuidados de saúde à população, o que, neste caso, claramente, não está a acontecer”, referem os centristas.

Numa pergunta dirigida à ministra da Saúde, os deputados João Rebelo, Teresa Caeiro (eleita pelo Algarve) e Isabel Galriça Neto querem saber porque é que, sendo reconhecido pelo conselho de administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) que, para resolver o problema da falta de médicos pediatras, será necessário, eventualmente, recorrer a empresas de prestação de serviços médicos, “quais os motivos para que o problema se mantenha e que medidas foram já tomadas para efetivar estes contratos”.

Os deputados do CDS-PP questionam depois se a ministra está em condições de garantir que “esta situação não se voltará a repetir” e quando será efetuada a contratação de especialistas em pediatria para o Hospital de Portimão.

Pub



Pub
Mais em Saúde
Covid-19
Covid-19: Algarve regista mais de 9.900 casos ativos e 49 internamentos

Os números de novos casos diários de coronavírus SARS-CoV-2, casos ativos e internamentos associados à Covid-19 no Algarve continuaram

Covid-19: Semana com mais mortos, mais internados e mais novos casos

Nos últimos sete dias de avaliação da evolução da pandemia de covid-19 em Portugal, foram registados mais 157.502 novos casos, segundo o

INEM alerta para o esgotamento pelo calor

O esgotamento pelo calor ocorre em consequência da exposição a períodos de calor intenso, durante vários dias consecutivos, quando um

Alvor é palco de “Caminhada Pelo Coração”

De forma a assinalar o mês de maio sob o mote “o mês do coração”, será promovida uma caminhada  em Alvor, uma das freguesias da cidade.