Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Seis dezenas de curtas-metragens de 25 países para ver em Faro nas próximas três semanas

Seis dezenas de curtas-metragens de 25 países e duas longas-metragens vão ser exibidas na 9.ª edição do FARCUME – Festival de Curtas-Metragens de Faro, que vai decorrer entre 4 e 26 de outubro em diversas salas do concelho.

O auditório do Instituto Português do Desporto e Juventude de Faro, o Gimnásio Clube de Faro e o Cinema Ossonoba, em Estoi, entre outros locais, voltam a ser palco de mais uma edição de um dos maiores festivais de cinema a sul do Tejo.

Este ano, a Faro 1540, entidade que organiza o FARCUME, recebeu três centenas de filmes, oriundos de 52 países.

“Contudo, a seleção foi criteriosa e os cinéfilos que se deslocarem às oito sessões que iremos promover terão a possibilidade de visualizar seis dezenas de curtas metragens provenientes de 25 países e ainda duas longas-metragens”, revelou a organização.

Os filmes selecionados abrangem as categorias de Ficção, Animação e Documentário, e serão exibidos em sessões temáticas como «Cinema e Sustentabilidade», «Retratos de Mulher» e «Cinemas do Mediterrâneo», sendo ainda de destacar a estreia da longa-metragem portuguesa «Viriato», com a presença do realizador Luís Albuquerque numa sessão que terá lugar nas salas NOS do Fórum Algarve, e a exibição do filme «Pierrot le fou» (1965), uma das obras mais emblemáticas de Jean Luc Godard na sessão «História do Cinema Francês», que terá lugar no auditório 0.6 do complexo pedagógico do campus da Penha na Universidade do Algarve.

A sessão de encerramento terá lugar na aldeia histórica de Estoi, nomeadamente no Cinema Ossónoba, a mais antiga sala de cinema do concelho de Faro, e contará com a presença dos realizadores algarvios Diogo Simão e Fernando J. Mártires, que apresentarão os respetivos filmes em competição.

Este ano, além das sessões de cinema, o FARCUME promove a conferência «Cinema, Turismo e Indústrias Criativas», que terá lugar no dia 17 de outubro no campus da Penha.

A conferência conta com a participação das professoras e investigadoras da UAlg Alexandra Rodrigues Gonçalves e Mirian Tavares e ainda Laura Carlos, representante da Algarve Film Comission.



Exit mobile version