Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Festival das Marias promete arte no feminino em seis cidades do Alentejo

O 1.º Festival das Marias – Festival Internacional de Artes no Feminino arranca amanhã, quarta-feira, 20, prometendo música, teatro, dança, exposições, workshops e conversas no feminino em seis cidades do Alentejo.

Trata-se de uma co-produção da CADAC – Companhia Alentejana de Dança Contemporânea e da Companhia de Teatro Lendias d’Encantar.

O evento pluridisciplinar acolhe produções portuguesas e também do Brasil, Chile, Uruguai e Espanha.

Na 1.ª edição, o Festival das Marias terá lugar nas cidades de Beja, Campo Maior, Cuba, Grândola, Mértola e Santiago do Cacém, resultado das parcerias estabelecidas com os municípios que acolhem a iniciativa.

António Revez, diretor artístico do festival, explica que o objectivo é oferecer ao público uma “perspectiva da arte no feminino, ou seja, na criação e exploração feminina nas mais diversificadas áreas da criação artística”.

“O evento surge como resposta à necessidade de potenciar a dimensão distintiva da criação feminina, frequentemente ofuscada pelo preconceito de género, alicerçado numa tradição de hierarquização patriarcal e num machismo generalizado”, acrescentou o responsável.

Nesse sentido, o Festival das Marias apresenta também uma programação paralela repleta de “momentos alternativos de empoderamento feminino”, esclarece Leopoldina Almeida, directora geral do Festival das Marias.

Estão previstas actividades diversas, como “círculos de mulheres e ways of council, conversas sobre igualdade de género, gravidez, parto e maternidade, erotismo e sedução, yoga terapêutico, contos e estórias no feminino” e haverá ainda espaço para o “visionamento de documentários sobre os diversos papéis da mulher na sociedade e poesia no feminino”, acrescenta a responsável. Todas estas actividades têm entrada livre.

Leopoldina Almeida revelou também que “houve um cuidado na escolha do horário para estas atividades”, maioritariamente das 18:00 às 20:00 horas.

“As mães, mulheres, trabalhadoras, têm aqui uma janela de oportunidade para participar em atividades que, habitualmente, lhes são vedadas, tendo em conta os ‘afazeres’ domésticos e familiares”, salientou.

No primeiro fim-de-semana, no túnel do Centro Unesco, em Beja, terá lugar ainda o Mercado das Marias, para que as mulheres empreendedoras tenham também oportunidade de mostrar e de vender os seus produtos.

O Festival das Marias arranca dia 20, quarta-feira, com um concerto de Adriana Calcanhotto no Teatro Municipal Pax Julia, às 21:30.



Exit mobile version