Covid-19: Isolamento obrigatório para pessoas infetadas

O estado de emergência que entrou em vigor em Portugal às 00h00 de hoje prevê um conjunto de medidas restritivas. O anúncio foi feito por António Costa, no final do Conselho de Ministros que decorreu hoje.

Isolamento obrigatório para quem se encontra infetado, constituindo crime de desobediência o não cumprimento da disposição.

Pub

Dever especial de proteção para pessoas de risco, mais vulneráveis como os idosos com mais de 70 anos de idade.

Estes só devem sair das suas residências para deslocações essenciais, como idas às compras, médico, banco ou passear animais de companhia.

“O apelo que fazemos é que prossiga o esforço no apoio aos idosos, evitando deslocações desnecessárias”, salientou António Costa.

“Quanto ao conjunto da população, que não se enquadra nas situações anteriores, devem evitar deslocações para fora do domicílio, que não sejam necessárias”, explicou o Primeiro-ministro.

Pub

As exceções são as deslocações para o trabalho, assistência a menores, pequenos passeios ao ar livre ou passear animais de companhia.

Comércio de portas fechadas

No que diz respeito aos estabelecimentos comerciais, devem manter-se abertos as padarias, farmácias, supermercados, mercearias, bombas de gasolina, entre outros.

Os restantes estabelecimentos comerciais de atendimento ao público, considerados não essenciais, regra geral, deverão encerrar.

"Nas atividades económicas que envolvem atendimento ao público, como estabelecimentos comerciais, a regra é o seu encerramento".

Os espaços de restauração também deverão encerrar. No entanto, as medidas agora anunciadas permitem que a “pequena restauração” possa permanecer aberta, em regime de “take-away”.

Pub

Nas atividades económicas, como regra, aquilo que vigorará é que, "salvo os casos de atividades que se dediquem ao atendimento público, devem manter atividade normal", explicou António Costa

Fiscalização policial

O Primeiro-ministro explicou que as forças de segurança terão especial atenção à fiscalização das disposições definidas.

Por outro lado “as forças de segurança deverão ter uma ação profilática” aconselhando as pessoas a cumprirem as regras, explicou António Costa.


Pub
Mais em Sociedade
IPDJ
IPDJ comemora 31.º aniversário do Centro de Juventude no Algarve

A Direção Regional do Algarve do Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ) vai…

Ferrovia
Tertúlia Farense debate papel da ferrovia no Algarve

«O Papel da Ferrovia nas Acessibilidades e Mobilidade no Algarve» é o tema deste mês da Tertúlia Farense, cuja sessão está marcada para

Ministro
Ministro da Administração Interna visita São Brás e Alcoutim

O ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, visita, na próxima segunda-feira, 23, os projetos que estão a ser desenvolvidos no

Aljezur apoia e reforça dispositivo de combate a incêndios rurais

No âmbito do protocolo relativo ao Dispositivo Especial de Combate aos Incêndios Rurais de 2022,…