Foto: Lusa

Covid-19: Mais de 55 mil mortos em todo o mundo (16:15)

A pandemia de covid-19 matou até este momento 55.711  pessoas em todo o mundo desde que a doença surgiu em dezembro na China, segundo dados disponibilizados num portal que regista todos os casos registado no mundo, em tempo real, ao qual temos acesso.
De acordo com o mesmo portal, 1.054.275 pessoas foram diagnosticadas com infeção pelo novo coronavírus, que provoca a doença covid-19. Até ao momento foram consideradas curadas 223.784 pessoas.

Por sua vez, de acordo com a Lusa, a Itália, que registou a primeira morte ligada ao coronavírus no final de fevereiro, é o país mais afetado em número de mortes, com 13.915 mortes em 115.242 casos. 18.278 pessoas foram consideradas curadas pelas autoridades italianas.

Pub

Depois de Itália, segundo a Lusa, os países mais afetados são a Espanha, com 10.935 mortes, em 117.710 casos, os Estados Unidos com 6.058 mortes (245.573 casos), França com 5.387 mortes (73.743 casos) e a China continental com 3.322 mortes (81.620 casos).

A China (sem os territórios de Hong Kong e Macau), onde a epidemia começou no final de dezembro, contabilizou 81.620 casos (31 novos entre quinta e hoje), incluindo 3.322 mortes (quatro novas) e 76.571 curados.

Também os Estados Unidos estão a ser bastante atingidos pela pandemia tendo sido registadas oficialmente 245.573 casos de infeção, incluindo 6.058 mortes e 9.228 foram já considerados curados.

Desde as 19:00 de quinta-feira, a Líbia, Quirguistão, Ilhas Marianas do Norte e Letónia anunciaram as primeiras mortes ligadas ao vírus.

Pub

De acordo com a Lusa, a Europa totalizou até às 11:00 de hoje 38.974 mortes para 559.459 casos, os Estados Unidos e o Canadá 6.192 mortes (256.641 casos), Ásia 4.071 mortes (114.053 casos), Médio Oriente 3.446 mortes (67.045 casos), América Latina e Caraíbas 691 mortes (24.959 casos), África 287 mortes (7.002 casos) e Oceânia 32 mortes (6.227 casos).

A AFP, citada pela Lusa, alerta que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do número real de infeções, já que um grande número de países está agora a testar apenas os casos que requerem atendimento hospitalar.



Pub
Mais em Internacional
Portugal apoia Polónia com € 50 milhões em produtos e materiais

António Costa anunciou doação no valor de 50 milhões de euros, desde casas pré fabricadas até produtos farmacêuticos.

Primeiro caso brasileiro infetado com varíola de macaco na Alemanha

Infectado tem 26 anos e passou antes por Portugal e Espanha Na Alemanha, autoridades sanitárias…

Elon Musk reúne-se com o governo do Brasil pela ‘Amazónia’

Reunião centrada em “Conectividade e Proteção da Amazónia”. O multimilionário Elon Musk, dono da SpaceX e que recentemente…

F1: Leclerc lidera treinos livres perante evolução da Mercedes

Realizaram-se esta sexta feira (20) no Circuito de Barcelona, as primeiras sessões de treinos livres…