Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Covid 19: Município de Lagoa e Proteção Civil municipal fazem ponto de situação

O município de Lagoa e Proteção Civil Municipal, fazem ponto de situação sobre a fase de mitigação da pandemia COVID-19 no concelho, onde se verificam 4 infetados, 2 óbitos, e 11 dias sem registo de qualquer novo caso.

Paralelamente, estão a ser implementadas quatro Zonas de Apoio à População (ZAP) preparadas para dar resposta imediata a situações de emergência no âmbito da mitigação da pandemia COVID-19. Uma destas ZAP irá funcionar no Lagoa Hotel e conta com 44 quartos completamente independentes. É destinada ao isolamento profilático de pessoas saudáveis, nomeadamente profissionais de saúde, forças de segurança, bombeiros, proteção civil, trabalhadores do
município, a quem cabe assegurar os serviços públicos essenciais.

A mesma ZAP acolherá ainda outras pessoas do concelho com necessidade de isolamento, cuja habitação própria não reúna condições mínimas para o efeito, ou ainda pessoas que vivam sós sem qualquer apoio de retaguarda. A segunda ZAP assume a valência de Reserva Social e irá funcionar no Hotel Riverside contando com 130 quartos. Deverá receber pessoas das Estruturas Residenciais para Idosos (ERPI/Lares) ou outras do concelho de Lagoa.

As terceira e quarta ZAP irão funcionar, respetivamente, no Pavilhão Desportivo da Escola EB23 Jacinto Correia e no desativado Lar Santa Isabel (antigo hospital de Lagoa). Ficam reservadas para toda a população com diagnóstico COVID-19 confirmado, desde que estejam doentes e a cumprir tratamento. Estas duas unidades, pelas suas especificidades no âmbito da saúde pública, encontram-se ainda na fase de operacionalização técnica que antecede a sua validação.

A validação destas ZAP é da competência da Delegada de Saúde de Lagoa com quem o Município está em permanente articulação.

Ainda no âmbito da fase de mitigação desta pandemia e da estreita cooperação com o serviço de saúde local, a autarquia cedeu mais duas viaturas para o apoio ao acompanhamento de doentes do concelho, ficando assim disponível para o efeito uma frota de três viaturas ligeiras.

O Centro Médico Municipal de Lagoa foi também cedido para uso exclusivo do Plano Regional de colheitas de testes COVID-19. O Parque  da FATACIL, foi também posto à disposição, enquanto local de acolhimento de meios de reforço operacional.

 

Exit mobile version