Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Em Portimão a revolução sai à rua; em casa

Devido ao atual confinamento por causa da pandemia da Covid-19, este ano os portimonenses vão comemorar o 25 de Abril em casa, participando programa que assinala o 46º aniversário da Revolução dos Cravos que terá como principal palco o facebook do município.

As comemorações oficiais do 25 de Abril iniciarão pelas 9h00, com o tradicional hastear de bandeiras e a interpretação do hino nacional pelo fadista portimonense João Leote, acompanhado pelo maestro Gabriel Rodeia que estará aos comandos da Sociedade Filarmónica Portimonense.

Uma hora depois, é disponibilizada online a exposição retrospetiva “Recordar a Corrida da Liberdade” onde se reúnem imagens de 15 edições da emblemática prova de atletismo que, desde a primeira hora, faz parte da programação do 25 de Abril na cidade. Às 11h00 será a vez de o cantor, poeta, compositor e letrista Afonso Dias interpretar poemas e Canções de Abril.

Na mesma página municipal ficarão disponíveis, às 11h30, as mensagens evocativas da efeméride que serão proferidas pelos representantes dos partidos políticos com assento na Assembleia Municipal, bem como pelo
presidente da Assembleia Municipal de Portimão, João Vieira, e pela presidente da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Gomes.

Às 15h00, os cidadãos são convidados a cantar à janela o tema “Grândola, Vila Morena”, imortalizado por Zeca Afonso e considerado o hino da Revolução dos Cravos. Para o efeito será emitida no facebook do município a versão instrumental desta marcha, interpretada pelo grupo “Essências de Marimba”, com Vasco Ramalho na Marimba e Percussão e Daniela Pinhel no Oboé.

Pelas 16 horas, o Facebook da Biblioteca Municipal exibirá o Manifesto da Unesco sobre a Liberdade.

Portimão comemora o 25 de abril em casa

Às 16h30 a “emissão” é retomada como colóquio virtual “Os Livros que Abril abriu”, com introdução a cargo da presidente da Câmara, Isilda Gomes, e moderação de João Ventura. A partir de casa, participarão personalidades ligadas à escrita e divulgação de obras literárias, nomeadamente: João de Melo (escritor); Maria da Graça Ventura (historiadora); Luís Vicente (ator); João Antunes (leitor); Manuel Alberto Valente (editor); Sandra Barão Nobre (biblioterapeuta); e Sandro William Junqueira (escritor).

Quanto à exposição “25 de Abril – Desenhos de João Abel Manta”, com três dezenas de obras gráficas do pintor, poderá ser visitada virtualmente, a partir das 17h00, no Facebook do Museu de Portimão, o mesmo sucedendo com a mostra "Cartazes de Abril”, resultante do acervo existente no Centro de Documentação deste equipamento cultural.

Será disponibilizado no Facebook oficial da autarquia o vídeo “Obrigado Portimão!”, no qual Portimão homenageará o comportamento exemplar de todos os portimonenses na luta contra o coronavírus apelando a «continuarem a ter esperança no futuro, contribuindo para que a cidade retome o dinamismo que a caracteriza».

Pelas ruas o “carro de som” que diariamente divulga o apelo ao confinamento, irá difundir pelas ruas de Portimão “Músicas de Abril”.

Logo na véspera, dia 24, serão várias as iniciativas ‘online’ que celebrarão os ideais da democracia recuperados em 1974, desde a prática desportiva às atividades culturais. Assim, a partir das 10h00, os interessados poderão participar na proposta “Mexa-se pela Liberdade”, integrada no projeto municipal Mais Desporto para Todos, acedendo à página do Facebook.

No âmbito do programa Biblioteca em Casa, arranca pelas 18h00 no Facebook a atividade para toda a família “O Cravo, símbolo da Revolução, como se faz?”, produzida pela Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes, seguindo se uma hora depois, e também para toda a família, a iniciativa “Cravos como mote de união e esperança”.

O dia encerrará, a partir das 23h00, com a interpretação pela Sociedade Filarmónica Portimonense de um dos hinos não oficiais do 25 de Abril, o tema de Ermelinda Duarte “Somos Livres”, momento simbólico que pode ser seguido na página de Facebook do Município de Portimão, onde será possível assistir a toda a programação, exceto os eventos com indicação em contrário.

Entre 18 e 25 de abril, a fachada do Museu de Portimão está iluminada com as cores da bandeira portuguesa, sendo ainda de destacar que a imagem oficial das comemorações do Dia da Liberdade foi criada pelo artista plástico portimonense João Sena.

É possível assistir a toda a programação através da disponibilidade online, assim como conteúdos de desporto, em relação às atividades da biblioteca, ou no contexto do museu.



Exit mobile version