Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Silves revela “Abril em Nós”

O município de Silves preparou uma programação especial para assinalar o 25 de Abril em casa. Intitulada “Abril em Nós”, esta programação integra o programa online “Silves entre 4 Paredes” e conta com iniciativas que irão decorrer através dos meios digitais do município, como o facebook, instagram e youtube; até dia 26 de abril.

“Palavras de luta com liberdade dentro” trarão, pela interpretação do grupo de música tradicional portuguesa Cante Andarilho, mensagens de José Mário Branco, Vitorino Salomé e José Afonso no dia 24 de abril, às 18h00.

As comemorações no dia 25 de abril terão início com uma reunião extraordinária do executivo camarário, transmitida em direto pelos canais digitais do município, a partir das 09h30.

Da parte da tarde, a ação simbólica “Grândola Vila morena, a Liberdade Ecoa nas ruas!!”, convidará os munícipes a cantar à janela ou na varanda “Grândola Vila morena” e o hino nacional, pelas 15h00.

Às 18h00, o cantautor Samuel Quedas associa-se ao município numa singela homenagem ao músico e compositor José Mário Branco, falecido em novembro de 2019, com “A cantiga é uma arma de Liberdade”.

As atividades previstas para este dia culminarão com a atividade musical “Estamos Livres, e Agora?”, pelas 21h00, com Domingos Campos a homenagear Abril e a liberdade. «Nesta sessão, os sons intemporais do passado e do presente irão cruzar-se numa mensagem pela descoberta do desafio que a liberdade coloca a cada passo, lembrando sempre a inquietude do que ainda está por cumprir», exclama a autarquia.

A programação desta efeméride terminará no dia 26 de abril, pelas 18h00, com a sessão de sugestões musicais “Disco voador”. Nesta sessão, sob o tema “O sonho de sempre na madrugada esperada”, Sérgio Costa revisitará os sons de abril a várias vozes.

A presidente da câmara municipal de Silves, Rosa Palma, lembra que «apesar do cancelamento das iniciativas previstas para diversos espaços municipais, resultante da declaração do estado de emergência e das medidas de mitigação da pandemia, importa que continuemos a valorizar e a vivenciar os valores conquistados através da revolução de Abril, pois só assim continuaremos a pugnar pela construção de uma sociedade mais livre, mais justa e mais solidária».

«Mesmo numa altura em que atravessamos um dos maiores desafios das nossas vidas com o combate a este inimigo invisível, vamos continuar a lutar pela nossa liberdade, por nós e por todos, pelo que convido todos a viver Abril e, mesmo em casa, a celebrar os seus ideais de liberdade», finaliza a edil.

 

Exit mobile version