Património de Odemira concorre às 7 Maravilhas

O Município de Odemira volta a participar na iniciativa 7 Maravilhas, este ano dedicado à Cultura Popular, contando com quatro patrimónios nomeados: Cante ao Baldão acompanhado de Viola Campaniça (categoria Músicas e Danças), a Viola Campaniça (categoria Artefactos), a Pesca Artesanal no Litoral Alentejano (categoria Rituais e Costumes) e a FACECO – Feira das Atividades Culturais e Económicas do Concelho de Odemira (categoria Festas e Feiras).

A participação de Odemira no concurso das 7 Maravilhas da Cultura Popular segue as anteriores presenças nas 7 Maravilhas (Maravilhas Naturais de Portugal, As Melhores Praias de Portugal, Aldeias de Portugal, 7 Maravilhas à Mesa, 7 Maravilhas Doces de Portugal), que têm promovido o concelho de Odemira e o seu património natural e cultural a nível nacional e também internacional.

Pub
Construção de Viola Campaniça

O objetivo das 7 Maravilhas da Cultura Popular passa por evidenciar a vivência e reconhecimento do património cultural material e imaterial do nosso país, destacando e promovendo as tradições de todas as regiões, onde «a expressão da sua autenticidade se encontra em cada um de nós, em cada aldeia, vila ou cidade», sendo enaltecido «o valor de cada manifestação cultural enquanto afirmação distintiva do seu território», destaca a autarquia.

Pesca artesanal em Odemira

O concurso é organizado em 7 categorias distintas: Artesanato, Lendas e Mitos, Festas e Feiras, Músicas e Danças, Rituais e Costumes, Procissões e Romarias, Artefactos. A organização recebeu 504 candidaturas que foram avaliadas pelo Conselho Científico, que atribuiu o selo a 471 Nomeados.

Feira de Actividades Culturais e Economicas do Concelho de Odemira ( FACECO )

Os resultados da avaliação serão conhecidos a 7 de junho. O Painel de Especialistas, composto por 7 elementos de cada um dos 18 distritos e 2 regiões autónomas, elegerá 7 patrimónios de cada região, num total de 140 finalistas regionais, que participarão nas respetivas eliminatórias regionais.

São quatro os Patrimónios nomeados do concelho de Odemira:

Pub

Cante ao Baldão acompanhado de Viola Campaniça | Categoria: Músicas e Danças

O cante ao baldão, tal como é cantado na região, é praticado apenas no Baixo Alentejo e preservado em escassas zonas serranas, como no concelho de Odemira. É um canto de despique, de improviso belicoso, cheio de regras e ajustes, que obedece a um "ponto", que se cantava nas feiras, nas tabernas e em qualquer serão. Ainda hoje persiste esta forma de cantar, sobretudo nas aldeias do interior. A viola campaniça, que também se encontra apenas no Baixo Alentejo e tem características únicas, acompanha estes cantares. Odemira orgulha-se de contar com cantadores, tocadores e construtores desse ofício.

Candidatura: Viola campaniça | Categoria: Artefactos

A viola campaniça é diferente das demais violas existentes no país e encontra-se apenas no Baixo Alentejo. Era o instrumento usado para acompanhar o cante ao baldão e os cantares tradicionais, nas tabernas, nas festas e feiras. Os mestres, as oficinas e os centros de ensino e valorização assumem um papel fundamental no processo de salvaguarda e divulgação desta tradição.

Candidatura: Pesca artesanal no litoral alentejano | Categoria: Rituais e Costumes

Pub

Desde o final do século XIX encontram-se na orla costeira do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina algumas pequenas povoações piscatórias. A frota de pesca local reflete e continua essa tradição, onde prevalecem as embarcações de boca-aberta e casco de madeira, com dimensões médias inferiores a nove metros.

Candidatura: FACECO – Feira das Atividades e Culturais do Concelho de Odemira | Categoria: Festas e Feiras

A FACECO é a montra da riqueza, da diversidade e das capacidades do maior concelho em área do país, patentes nas diversas atividades económicas, sociais e culturais. É o espelho de tudo isso e mais: é convívio, negócio, debate, experiências, gastronomia, exposições, concursos e um diversificado programa cultural. O ponto alto de um ano de trabalho, num recinto único, aprazível, de verde e sombra vestido e repleto de vida. Acontece anualmente no terceiro fim-de-semana de julho, em S.Teotónio, numa organização do Município de Odemira.



Pub
Mais em Sociedade
Temperatura do ar no sábado pode chegar aos 38 graus no Sul do país

O estado do tempo nos próximos dias será condicionado pela advecção de uma massa de ar quente sobre o território continental associado a uma

Autoridade Marítima Nacional promove ação de sensibilização a crianças na ilha da Culatra

Os alunos do ensino pré-escolar da Associação Nossa Senhora dos Navegantes, na ilha da Culatra, tiveram ontem a oportunidade de conhecer os

Portimão: Auxiliado homem em paragem cardiorrespiratória na praia do Vau

Os elementos do Projeto “SeaWatch”, da Autoridade Marítima Nacional, auxiliaram hoje um homem, de 80 anos, que alegadamente se sentiu mal

Monumento alusivo à Marinha vai ser inaugurado em Faro

Um monumento alusivo à Marinha vai ser inaugurado amanhã, quinta-feira, 19, pelas 18:00 horas, na rotunda localizada junto à antiga Estação