Foto: Reuters / in Agência Brasil

A causa de novo surto de coronavírus na China precisa ser estudada – OMS

Vários distritos de Pequim instalaram postos de verificação

As origens de uma nova onda de infecções pelo novo coronavírus em Pequim não são certas, disseram autoridades da Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta segunda-feira, descrevendo como "hipótese" a alegação de que poderia ter sido causada por importações ou empacotamento de salmão, segundo noticiou hoje a Agência Brasil.

Segundo a mesma fonte, vários distritos da capital chinesa instalaram postos de verificação, fecharam escolas e determinaram que as pessoas fossem testadas para o novo coronavírus, após o aumento inesperado nos casos da doença relacionado ao maior mercado por grosso de alimentos da Ásia.

Pub

Jornais estatais informaram que o vírus foi descoberto em tábuas usadas para cortar salmão importado no mercado de Xinfadi, em Pequim, devido às preocupações relacionadas com o surgimento de uma segunda onda da pandemia na China.

Em entrevista por videoconferência Mike Ryan, chefe do Programa de Emergências da OMS, disse que seria "reticente" afirmar que a embalagem precisa ser testada para o vírus como resultado das novas infecções.



Pub
Mais em Internacional
Primeiro caso brasileiro infetado com varíola de macaco na Alemanha

Infectado tem 26 anos e passou antes por Portugal e Espanha Na Alemanha, autoridades sanitárias…

Elon Musk reúne-se com o governo do Brasil pela ‘Amazónia’

Reunião centrada em “Conectividade e Proteção da Amazónia”. O multimilionário Elon Musk, dono da SpaceX e que recentemente…

F1: Leclerc lidera treinos livres perante evolução da Mercedes

Realizaram-se esta sexta feira (20) no Circuito de Barcelona, as primeiras sessões de treinos livres…

CNN: “Oh! Pai da pátria”, o abraço caloroso de Marcelo a Xanana (c/vídeo)

Marcelo Rebelo de Sousa está em Timor numa curta visita de três dias. Esteve presente na…