Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Edição alternativa da Feira da Serra mostra trabalho de artesãos e produtores em todo o mundo

A Feira da Serra de São Brás de Alportel quis marcar posição de forma “teimosa”, num ano sem edição física devido à pandemia de Covid-19, apostando na criação de um site que pretende promover o trabalho dos produtores e artesãos que habitualmente marcam presença no evento.

O programa da «Feira da Serra Em Casa!», que decorre entre 23 e 26 de julho, inclui ainda um concerto da Orquestra Clássica do Sul com espaço para 60 espetadores, um grande desfile de moda com transmissão online e uma tarde de destaque na SIC, em que a música de Emanuel e Luciana Abreu ecoará pela vila.

A edição especial do evento mais marcante do concelho são-brasense foi apresentada na quinta-feira, no Parque da Azinheira, na vila algarvia, com a presença de todo o executivo municipal liderado por Vítor Guerreiro, do presidente da assembleia municipal, Ulisses Brito, e da representante da ACRAL, Ana Fernandes.

“Queremos levar a Feira da Serra ao mundo todo”, afirmou o presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel sobre esta edição alternativa do evento. “Levamos o evento aos quatro cantos do mundo, mostrando as peças de artesanato e produtos que aqui são realizados”, considerou.

Assim, artesãos, o portal constituirá uma espécie de catálogo para mostrar peças de uma centena de artesãos e produtores, possibibilitando o contacto com clientes, já que a venda direta de produtos não está disponível.

O portal estará disponível aqui a partir de 23 de julho, às 19:00 horas – a data e hora para que estava marcada a abertura oficial da Feira da Serra – e manter-se-á disponível e atualizado no futuro.

“Realizar o evento deste modo alternativo é uma forma teimosa de acreditar que podemos dar a volta se estivermos todos juntos. A Feira da Serra é o motor da economia local e da comunidade há três décadas”, salientou a vice-presidente da autarquia, Marlene Guerreiro.

Sem a realização da iniciativa, que seria “um ponto de escoamento dos seus produtos”, a autarquia são-brasense decidiu “ajudar os artesãos e produtores” a montarem a sua banca virtual, acrescentou.

Ana Fernandes, Marlene Guerreiro e Vítor Guerreiro

No dia seguinte, sexta-feira, 24, decorre o concerto do Agrupoamento de Música de Câmara da Orquestra Clássica do Sul no Cineteatro São Brás, com obras de P. Taffanel e de C. Debussy.

O espetáculo terá a lotação restrita a 60 espetadores, devido às normas de realização de espetáculos impostas pela DGS. Os bilhetes (7 euros) já estão à venda na galeria municipal.

O sábado, 25, será dedicado ao desfile de moda «São Brás Fashion», que decorre habitualmente no palco principal da Feira da Serra e desta vez será transmitido nas redes sociais, YouTube e no canal MEO da autarquia, a partir das 21:30. A iniciativa, realizada em colaboração com a ACRAL, contou com a participação de 18 lojas do comércio local (moda, sapatos, óculos, ourivesarias e acessórios).

Por fim, a edição alternativa deste evento tem conclusão no dia 26, domingo, com a transmissão do programa «Domingão Sucessos de Verão», da SIC. Emanuel e Luciana Abreu vão passar por vários pontos do concelho num palco móvel gigante, sendo também destacados os principais ingredientes da Feira da Serra.

A Câmara de São Brás de Alportel espera que a próxima edição, em 2021, volte ao seu formato normal, tendo anunciado que o tema desse evento será o medronho. “A Feira da Serra há de regressar no próximo ano e com mais força”, concluiu Vítor Guerreiro.



Exit mobile version