Foto: Agência Brasil

OMS diz que pandemia de covid-19 é “uma grande onda”, não é sazonal

Uma autoridade da Organização Mundial da Saúde (OMS) descreveu a pandemia de covid-19 esta terça-feira como "uma grande onda" e pediu cautela durante o verão do Hemisfério Norte, já que a infecção não possui a tendência do vírus da gripe de acompanhar as estações do ano.

De acordo com a Agência Brasil, as autoridades da OMS têm-se esforçado para evitar descrever um ressurgimento de casos de covid-19 idênticos aos de Hong Kong como "ondas", já que isso sugere que o vírus está a comportar-se de modos que estão fora do controle humano, quando na verdade uma ação organizada pode reduzir a sua disseminação.

Pub

Margaret Harris repetiu esta mensagem durante uma conferência de imprensa virtual em Genebra. "Estamos na primeira onda. Será uma grande onda. Ela subirá e descerá um pouco. A melhor coisa é achatá-la e transformá-la em algo que passa junto aos pés", disse.

Apontando para os números altos de casos no auge do verão dos Estados Unidos, Harris pediu vigilância na aplicação de medidas e desaconselhou grandes aglomerações. "As pessoas ainda estão pensando sobre estações do ano. O que todos precisamos ter na cabeça é que esse é um novo vírus que está se comportando de forma diferente", disse.

A responsável também expressou o receio de casos de covid-19 coincidirem com casos de gripe sazonal normal durante o inverno do Hemisfério Sul e disse que a OMS está monitorando esse aspeto atentamente.

Por enquanto, as amostras de laboratório não estão a mostrar muitos casos de gripe, o que indica um início de estação tardio, afirmou. "Se você tem um aumento de uma doença respiratória quando já tem um fardo muito grande de doenças respiratórias, isso coloca ainda mais pressão no sistema de saúde", disse Margaret Harris pedindo para que as pessoas se vacinarem contra a gripe.

Pub



Pub
Mais em Saúde
No final de junho vamos ter novidades sobre a imunidade contra a covid-19 – CNN

Trinta e seis hospitais públicos e 16 laboratórios privados participam na quarta fase do inquérito serológico nacional, que vai permitir

Covid-19: Governo prolonga situação de alerta até 30 de junho mas regras mantêm-se

Em reunião do Conselho de Ministros desta quinta-feira, o Governo decidiu prolongar a situação de alerta inerente à Covid-19 até ao final do

Varíola dos macacos alastra pelo mundo (vídeo)

A varíola dos macacos espalha-se pelo mundo. Há já mais de 230 casos confirmados em 19 países,…

CHUA promove Jornadas de Medicina Física e de Reabilitação

O Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) organiza no próximo dia 7 de junho as…