Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Inglaterra: Paramédicos testam traje voador para resgate de vítimas

Foto: Agência Brasil

Paramédicos do remoto distrito britânico de Lake estão a testar um traje equipado com jatos propulsores para ajudar no resgate de pessoas em perigo, numa fração do tempo que levariam a executar a operação de carro ou a pé.

A notícia foi hoje avançada pela Agência Brasil, referindo que as cenas lembram o personagem Homem de Ferro, já que, o piloto de testes e inventor Richard Browning move-se até alguns metros acima do solo com a ajuda de pequenos jatos montados nos braços e nas costas.

"Quem sabe o que o futuro trará? Estamos no começo e estamos muito orgulhosos disso", disse Browning.
Desenvolvida pela empresa britânica Gravity Industries, a tecnologia reduz drasticamente o tempo de resgate em terrenos difíceis, o que pode representar uma potencial forma de salvar vidas humanas.
"O potencial é simplesmente enorme", disse o paramédico de helicópteros Andy Mawson. "O primeiro voo de um traje voador que vai salvar vidas. É um momento incrível."

Numa simulação, uma menina de dez anos que caiu de um penhasco ficou gravemente ferida numa perna. Depois de receber as coordenadas da vítima, Browning vestiu o traje e voou em direção aos montes rochosos para encontrar a criança, que foi alcançada em apenas 90 segundos. Paramédicos a pé levariam pelo menos 25 minutos para navegar pelo mesmo terreno e encontrar a menina, disse a companhia.

O traje é capaz de voar a 51 quilómetros / hora e atingir uma altitude máxima de cerca de 3.600 metros, funcionando assim com melhor observação do terreno.



Exit mobile version