Hipotermia

Quando exposto a baixas temperaturas, o corpo perde calor mais depressa do que o que consegue produzir. O resultado é a hipotermia, ou seja, temperatura corporal excessivamente baixa. A pessoa pode não se aperceber desta situação, não fazendo nada para a corrigir, o que pode constituir uma agravante ao permitir a evolução até um grau de hipotermia mais grave.

São mais suscetíveis de sofrer hipotermia:

Pub

• Idosos

• Bebés

• Pessoas que permaneçam por períodos prolongados no exterior, sem proteção adequada

• Consumidores de álcool ou drogas

Pub

Sinais de aviso - Adultos:

• Tremores, arrepios de frio e cãibras musculares, nas situações de hipotermia ligeira

• Confusão, sonolência, fala mais lenta, ou mesmo perda de consciência, nas situações de hipotermia mais grave

Sinais de aviso - Crianças:

• Pele muito vermelha e fria

Pub

• Apatia

O que fazer?

Sempre que a vítima apresentar alterações do estado de consciência como sonolência, apatia ou mesmo perda da consciência, ligue de imediato 112.

Para além disso, pode tentar combater a hipotermia mais ligeira tentando aquecer a pessoa da seguinte forma:

• Coloque a vítima num compartimento aquecido e resguardado do vento

• Se a vítima estiver com a roupa molhada retire-a, mantendo a pessoa seca e quente enrolada num cobertor, incluindo cabeça e pescoço

• Se a pessoa estiver acordada e for capaz de beber, administre bebidas quentes que podem ajudar no aumento da temperatura corporal, mas não ofereça bebidas alcoólicas. NUNCA DÊ NADA A BEBER A UMA VÍTIMA INCONSCIENTE

• Mantenha a temperatura e a vigilância e caso seja necessário e ainda não o tenha feito, ligue 112



Pub
Mais em Saúde
Covid-19: idosos recebem a partir de hoje a 2a dose de reforço

Previsto para o início do outono, a aplicação da 2a dose de reforço foi antecipada devido ao aumento de infeções no país.

Vila Nova de Milfontes recebe ação de promoção de hábitos saudáveis

“Tudo em Prol do Coração!” é o lema da iniciativa agendada para o dia 27…

Médicos
Governo abre 17 vagas com incentivos para captar médicos para o Algarve

O Governo determinou as zonas geográficas do país onde se sente carência de médicos para efeitos de atribuição de incentivos à sua fixação,

Algarve vai ter unidade especializada para pessoas trans

Lisboa e Algarve vão passar a ter duas unidades especializadas para atendimento e acompanhamento de pessoas trans, cuja aberta está prevista