Foto: Lusa

UE/Presidência: Macron congratula Portugal pela realização da Cimeira Social

O Presidente da França, Emmanuel Macron, saudou hoje a presidência portuguesa da União Europeia (UE) pela realização da Cimeira Social, agendada para maio, na cidade do Porto, no âmbito do encontro com o primeiro-ministro português, António Costa.

O chefe de Estado francês, de acordo com uma notícia avançada pela Agência Lusa, que falava aos jornalistas em conferência de imprensa, afirmou que a presidência portuguesa da UE “intervém num momento extremamente importante da resposta europeia à crise, para construir uma Europa mais social, mais verde e mais soberana”.

Pub

Macron sublinhou que teria “muito gosto” em participar na Cimeira Social de maio, a fim de “reforçar o Pilar Social europeu”, segundo veicula a Agência Lusa.

O primeiro-ministro, António Costa, esteve hoje na capital francesa para um almoço de trabalho com o Presidente francês, com a preparação da presidência portuguesa da União Europeia como tema principal.

António Costa reforçou, antes do almoço de trabalho com Emmanuel Macron, que a França é "um pilar fundamental" da União Europeia.

"A França é um pilar fundamental da União Europeia e se queremos uma União Europeia forte, precisamos contar com a França a 100% na União Europeia", disse.

Do seu lado, o Presidente francês ressalvou o momento em que Portugal está a assumir esta presidência, nomeadamente "um momento em que a Europa dá resposta à crise".

Pub

"Daqui a alguns dias, Portugal vai tomar posse da presidência rotativa do Conselho da União Europeia e esta presidência acontece no momento em que a Europa dá resposta à crise, com uma Europa social e verde", disse o Presidente.

Emmanuel Macron relembrou ainda que este momento de resposta à crise acontece no contexto "incerto do ‘Brexit’" e que tanto a França como Portugal querem que "as coisas se passem da melhor maneira possível", mas defendendo os interesses europeus.

A presidência portuguesa do Conselho da UE, segundo o Governo, tem como objetivos principais ter o orçamento europeu para 2021-2027 em execução até ao final de junho e concluir o processo de aprovação dos planos dos Estados-membros para a aplicação das verbas do Fundo de Recuperação pós-pandemia.

O terceiro objetivo, de acordo com a Lusa, é que o plano de vacinação europeu contra a covid-19 esteja avançado quando terminar o semestre e que haja uma contribuição da Europa para a vacinação universal em todo o mundo, e o quarto é dar “o impulso definitivo” à concretização do Pilar Europeu dos Direitos Sociais, que terá como momento alto a Cimeira Social, em maio no Porto.

Finalmente, O Governo pretende contribuir, durante a presidência, para a abertura da Europa ao mundo.



Pub
Mais em Internacional
EUA confirmam primeiro caso de varíola do macaco em 2022

Sintomas da doença incluem febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, calafrios e…

Portugal recebe cabo da Google que liga Europa a África

Portugal recebeu um cabo submarino de fibra óptica de última geração da Google que liga…

António Costa visita esta semana Roménia, Polónia e Ucrânia

O primeiro-ministro António Costa, vai aproveitar a viagem que realiza esta semana à Roménia e…

Queda do avião chinês com 132 pessoas a bordo foi propositada

Dados da investigação sobre a queda do Boeing 737-800 da China Eastern Airlines mostram que…