Foto: in SputnikNews © Foto / Clara Statello

Vulcão Etna entra em erupção e causa encerramento de aeroporto

O Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia da Itália, registou nesta terça-feira (16) um aumento acentuado da atividade do vulcão Etna, localizado na ilha da Sicília.

A erupção, que começou às 16:10 hrs (horário local) na cratera sudeste, criou fontes de lava e uma nuvem de fumo e cinzas com mais de mil metros de altura.

De acordo com uma notícia do SpunikNews, caiu uma "chuva de pedras" nas localidades próximas de Nicolosi, Pedara, Mascalucia e Trecastagni, causando alguns danos materiais, mas sem causar vítimas mortais ou feridos.

Pub
      Erupção do Monte Etna ilumina o céu noturno, visto de Fornazzo, Itália, 19 de janeiro de 2021

De acordo com as observações dos cientistas, a erupção tem sido acompanhada por abalos sísmicos cuja origem está entre 2.900 e 3.000 metros acima do nível do mar.

O aeroporto internacional da cidade de Catânia, capital administrativa da região da Sicília, suspendeu as suas atividades, na medida em que a nuvem de fumo não garante a segurança nos voos.

Embora seja um vulcão bastante ativo, que entra em erupção regularmente, normalmente não causa danos graves ou mortes, lê-se na notícia do SputnikNews.

A erupção mais forte do período histórico do Etna foi registada em 1669, quando o vulcão esteve ativo por quatro meses, emitindo cerca de 950 milhões de metros cúbicos de lava e destruindo várias aldeias sicilianas.

Pub

Entretanto, a mais recente erupção ocorreu em 18 de janeiro de 2021, depois de outras erupções em moderada atividade terem sido registadas em 13, 21 e 22 de dezembro de 2020, conforme diariOnline Região Sul noticiou.



Pub
Mais em Internacional
CNN: “Oh! Pai da pátria”, o abraço caloroso de Marcelo a Xanana (c/vídeo)

Marcelo Rebelo de Sousa está em Timor numa curta visita de três dias. Esteve presente na…

Portugal lamenta e repudia retaliação da Rússia (c/vídeo)

Portugal lamenta e repudia a decisão da Rússia de expulsar cinco funcionários da embaixada portuguesa em Moscovo

EUA confirmam primeiro caso de varíola do macaco em 2022

Sintomas da doença incluem febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, calafrios e…

Portugal recebe cabo da Google que liga Europa a África

Portugal recebeu um cabo submarino de fibra óptica de última geração da Google que liga…