Barragem de Odelouca (Foto: Terra Ruiva)

PRR com 200 ME para Algarve aumentar eficiência hídrica

O Governo vai investir 441 milhões de euros para aumentar a eficiência hídrica e nos processos de adaptação à seca no Algarve, Alentejo e Madeira, segundo o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) de Portugal.

No documento, hoje colocado em consulta pública, o Governo considera que é preciso “mitigar a escassez hídrica e assegurar a resiliência dos territórios do Algarve, Alentejo e Madeira, as regiões com maior necessidade de intervenção em Portugal”.

Pub

PRR com 200 milhões para o Algarve

No que respeita ao Algarve, serão alocados 200 milhões de euros ao Plano Regional de Eficiência Hídrica, que por objetivo aumentar a eficiência hídrica, melhorar os processos de adaptação à seca e contribuir para objetivos ambientais.

Nesse sentido, vão ser implementados na região planos para a redução das perdas de água no setor urbano, para aumentar a eficiência no setor agrícola, para aumentar a capacidade disponível das albufeiras, para promover a dessalinização da água do mar e para promover a utilização da Água Residual Tratada.

Alentejo com investimento no Crato

No Alentejo, está prevista a criação de uma reserva estratégica de água, que constituirá uma alternativa ao abastecimento público e permitirá o estabelecimento de novas áreas de regadio.

Esse investimento de 171 milhões de euros, a realizar no Crato, irá responder de “forma integrada a situações de seca extrema” e reduzir a “probabilidade de ocorrência de cheias”.

Pub

Este é considerado pelo Governo como um “projeto âncora para a recuperação económica da região do Alto Alentejo”.

Na Madeira, o Plano de Eficiência e Reforço Hídrico dos Sistemas de Abastecimento e Regadio vai ter uma dotação de 70 milhões de euros para otimizar a utilização dos recursos existentes.

Pretende ainda a captação de “águas excedentes sem qualquer impacto nos ecossistemas, a constituição e ampliação das reservas estratégicas e a interligação das diferentes origens de água, que são essenciais para a salvaguarda de abastecimento ininterrupto, no contexto de Adaptação às Alterações Climáticas”, lê-se no documento.

O Plano de Recuperação e Resiliência de Portugal, para aceder às verbas comunitárias pós-crise da covid-19, prevê 36 reformas e 77 investimentos nas áreas sociais, clima e digitalização, num total de 13,9 mil milhões de euros em subvenções.

Depois de um rascunho apresentado à Comissão Europeia em outubro passado e de um processo de conversações com Bruxelas, o Governo português colocou hoje a versão preliminar e resumida do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) em consulta pública, no qual estipula “19 componentes, que integram por sua vez 36 reformas e 77 investimentos”.

Pub

O executivo justifica que, “com base no diagnóstico de necessidades e dos desafios”, foram definidas três “dimensões estruturantes” de aposta - a da resiliência, da transição climática e da transição digital -, às quais serão alocados 13,9 mil milhões de euros em subvenções a fundo perdido das verbas europeias pós-crise.

No documento, estão também previstos 2,7 mil milhões de euros em empréstimos, mas fonte do executivo garante que “ainda não está assegurado” que Portugal irá recorrer a esta vertente do Mecanismo de Recuperação e Resiliência, o principal instrumento do novo Fundo de Recuperação da União Europeia.

Previsto está que a maior fatia (61%) das verbas do PRR se destine à área da resiliência, num total de 8,5 mil milhões de euros em subvenções e de 2,4 mil milhões de euros em empréstimos.



Pub
Mais em Sociedade
Sismo de magnitude 2,8 (Richter) sentido no concelho de Santiago do Cacém

Um sismo de magnitude 2,8 na escala de Richter foi sentido esta segunda-feira no concelho de Santiago do Cacém, distrito de Setúbal, sem

Design
Algarve Design Meeting arranca hoje em Faro

A 11.ª edição do Algarve Design Meeting vai decorrer nas instalações da antiga Fábrica da Cerveja, entre hoje e sábado, dias 23 e 28, fazendo

Moncarapachense
Moncarapachense empata no dérbi e fica obrigado a ganhar no Restelo para subir à Liga 3

O Moncarapachense empatou hoje sem golos com o Olhanense e deixou a questão da subida à Liga 3 de futebol para a próxima semana, com

Bordeira
Faro: Bordeira em Festa no próximo fim de semana

O evento Bordeira em Festa vai voltar no próximo de semana, entre dias 27 e 29 de maio, animando a localidade da freguesia de Santa Bárbara