Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Todos os concelhos do Algarve em nível de risco Moderado

Divulgado hoje pela Direção Geral da Saúde (DGS) e refletindo incidência cumulativa entre os dias 17 de fevereiro e 2 de março, o relatório epidemiológico referente aos concelhos dá conta que no Algarve todos os concelhos baixaram o número de casos ativos à exceção de Alcoutim e Aljezur que registaram subidas, como se comprova no confronto com o relatório anterior.

Mantendo a tendência de decida, todos os concelhos do Algarve estão no nível de risco moderado (com menos de 240 casos por 100 mil habitantes), Vila Real de Santo António (229), Monchique (217), Castro Marim (176), Portimão (159), Faro (159), Albufeira (144), Lagoa (141), Loulé (124), e Olhão (119).

Abaixo da centena de casos estão os concelhos de Alcoutim (93, antes 46), Lagos (92), Tavira (90), Vila do Bispo (58),  Aljezur (54, antes 18), Silves (50), e São Brás de Alportel (38).

Recorde-se que no nível de risco Extremamente Elevado (mais de 960 casos por 100 mil habitantes), não se encontra nenhum concelho de Portugal, enquanto que no nível de risco Muito Elevado (mais de 480 novos casos e até 960 casos), estão os concelhos de Câmara de Lobos, Castanheira de Pêra, Funchal, Manteigas, Penela, Resende e Sobral de Monte Agraço.

A DGS dá nota explicativa dos dados por concelhos referindo que a incidência cumulativa "corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada”.



Exit mobile version