Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

CONSULTÓRIO DECO: “Alimentação saudável e sustentável”

Roda de Alimentos (Foto: Getty Images in https://visao.sapo.pt/)

Em que consiste a sustentabilidade? Sabe-se que o conceito passa por garantir a sobrevivência dos recursos naturais no mundo, adotando estratégias altamente eficazes que assegurem a sobrevivência do ser humano hoje, mas sem prejudicar as gerações futuras.

Em termos de produção alimentar, este é um dos grandes problemas ambientais. Para extrair os alimentos da terra é necessário desgastar os solos, emitir gazes de efeito estufa para o meio ambiente e a isto ainda se acrescem os impactos da distribuição destes produtos pela cadeia alimentar.

Tendo em consideração a crise que se vive, a tendência é também poupar na alimentação. Não poupar no sentido ambiental, mas no sentido financeiro. Ou seja, refugiar-se em comidas pré-feitas, com altos valores calóricos, com baixo conteúdo de proteínas e vitaminas essenciais, que são intituladas por fast food.

Fast food contém mais conservantes

A comida do género fast food, contém mais conservantes para prolongar a sua durabilidade e a este problema acresce a utilização excessiva de embalagens, normalmente de plástico.

A DECO recomenda que reduza a sua pegada ecológica. Como? Através da seleção dos seus alimentos.

Prefira alimentos sazonais e locais, pois são muito mais ricos do ponto de vista nutricional e terão um impacto menor no ecossistema.

Dê prioridade ao consumo de produtos de origem vegetal na sua alimentação diária. Limite o consumo de carnes vermelhas, pois a sua produção requer grandes áreas de terreno, água e energia.

Nas compras opte sempre por levar lista do que realmente precisa e sacos para os produtos a granel.

Evite o desperdício alimentar, por exemplo, com a utilização de sobras para a criação de novos pratos, como sopas ou quiches, ou massas e desta forma é possível  poupar no ambiente e na carteira.



Exit mobile version