INEM alerta para a Reação Alérgica Ligeira

Com a chegada do calor muitos sofrem com o aumento das alergias devido ao pico da polinização na maioria das plantas. Contudo, este tipo de alergias pode estar presente durante todo o ano, visto que são alérgenos comuns, para além do pólen das plantas, o pó da casa, as partículas de pele, o pelo de animais e certos alimentos.

A grande maioria das alergias são ligeiras ou moderadas e não necessitam de acompanhamento médico urgente.

Pub

Sinais e sintomas:

· Erupção cutânea vermelha, pruriginosa (comichão), eventualmente com áreas da pele vermelha e com relevo (urticária);

· Espirros;

· Olhos lacrimejantes e com prurido, frequentemente avermelhados;

Pub

· Dores abdominais e/ou vómitos;

· Mãos e pés inchados.

O que fazer:

· Perante uma vítima com sinais/sintomas de uma reação alérgica, pergunte se tem alguma alergia conhecida e se traz consigo alguma medicação, por exemplo um inalador para a asma;

· Se a vítima estiver medicada, ajude-a a tomar a medicação;

Pub

· Se a vítima ainda se encontrar em contacto com o alérgeno, deve afastá-la do contacto ou, no caso de ferrão de abelha, retirá-lo raspando a pele tangencialmente com um papel ou cartão (por exemplo cartão multibanco).

Ligue 112 se:

· A vítima ficar muito pálida;

· Apresentar edema (inchaço) da face;

· Tiver dificuldade em respirar.

A emergência médica começa em si. Colabore com o INEM. Juntos, podemos salvar vidas!



Pub
Mais em Saúde
Alvor é palco de “Caminhada Pelo Coração”

De forma a assinalar o mês de maio sob o mote “o mês do coração”, será promovida uma caminhada  em Alvor, uma das freguesias da cidade.

Europa continua em alerta vermelho no mapa europeu das infeções de Covid-19

Portugal, França e Itália mantêm o nível máximo de infeções de COVID-19. A Espanha continua…

EUA confirmam primeiro caso de varíola do macaco em 2022

Sintomas da doença incluem febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, calafrios e…

Sobe para 14 o número de casos de varíola dos macacos no país

Há ainda outros dois casos suspeitos de Monkeypox, que se encontram sob análise.