foto jornal "o globo" - br)

Bloco destaca Portimão como “Zona de Liberdade LGBTIQ”

O Bloco de Esquerda sublinha a Proposta de Deliberação apresentada pelo vereador do Bloco, onde o município de Portimão se declara como “Zona de Liberdade LGBTIQ”. Foi, inclusive, «o segundo município a tomar esta iniciativa a nível nacional», sublinham os bloquistas; isto depois de Lisboa o ter feito no passado dia 18 de março. Na mesma deliberação também foi condenada a ação dos governos da Polónia e da Hungria por permitirem a criação das chamadas “zonas livres de ideologia LGBTIQ”.

Estas iniciativas surgem depois do Parlamento Europeu ter aprovado uma Resolução no dia 11 de março a declarar a União Europeia como “Zona de Liberdade LGBTIQ”, no seguimento
da adoção de medidas repressivas e de discriminação sobre estas comunidades pelos governos da Polónia e da Hungria.

Pub

«Recentemente, a 30 de março, a Assembleia da República aprovou um voto de condenação pela criação de zonas livres de cidadãos LGBTIQ na Polónia e Hungria, o que vai contra a Declaração Universal dos Direitos Humanos, a Convenção Europeia dos Direitos Humanos, a Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia e o Tratado de Lisboa», destaca, a fechar, o Bloco de Esquerda.



Pub
Mais em Sociedade
Helena Carreiras
Ministra da Defesa preside à cerimónia militar do Dia da Marinha em Faro no domingo

As celebrações do Dia da Marinha em Faro encerram amanhã, domingo, 22, com especial destaque para a cerimónia militar no jardim Manuel Bivar

Portimão
Semana Intercultural junta comunidades de migrantes de Portimão

A Semana Intercultural de Portimão vai decorrer entre 23 e 29 de maio, sob o mote da diversidade cultural, visando “promover a vivência das

Vila do Bispo
Proteção Civil de Vila do Bispo “ganha” tenda insuflável e gerador trifásico

O município de Vila do Bispo adquiriu uma tenda insuflável de 42 metros quadrados, um gerador trifásico e outros equipamentos essenciais para

GNR
GNR deteve 239 pessoas por condução sob efeito de álcool na última semana

A GNR deteve 239 pessoas por condução sob efeito de álcool na última semana em todo o país, num total de 517 detidos em flagrante delito,