(Foto de Arquivo: CM Castro Marim)

Castro Marim testa periodicamente comerciantes locais

A autarquia de Castro Marim vai avançar com ações de testagem à Covid-19 a micro e pequenas empresas do município, como cabeleireiros, restaurantes, cafés, construção civil, lojas de comércio local e outros.

O executivo liderado por Francisco Amaral, que antes, no período mais crítico, tinha efetuado ações de testagem junto da população, pretende “reduzir o risco de propagação do vírus no concelho de Castro Marim e, desta forma, apoiar e estimular o comércio local”.

Pub

“Depois do impacto que as medidas para combater a pandemia tiveram no setor do turismo, é fundamental estabelecer medidas que deem segurança aos trabalhadores e aos turistas, para que possam continuar a escolher Castro Marim”, sublinhou o autarca castromarinense.

O rastreio será realizado periodicamente e as inscrições são obrigatórias. A autarquia apela a que os interessados se inscrevam a partir da próxima segunda-feira, dia 26 de abril, através dos contactos telefónicos 281510747 ou 961743222 (dias úteis, entre as 9:30 e as 18:00 horas).

Esta é a terceira fase da campanha «Testar para parar o vírus», iniciada em fevereiro.

Com várias ações conduzidas por uma equipa de profissionais de saúde voluntários, esta iniciativa teve a particularidade de levar a testagem Covid-19 na UMS (Unidade Móvel de Saúde), percorrendo as povoações mais isoladas do concelho.

Pub

À semelhança das ações anteriores, esta testagem tem a cobertura técnico-científica do delegado de saúde local, Mariano Ayala.



Pub
Mais em Saúde
Alvor é palco de “Caminhada Pelo Coração”

De forma a assinalar o mês de maio sob o mote “o mês do coração”, será promovida uma caminhada  em Alvor, uma das freguesias da cidade.

Europa continua em alerta vermelho no mapa europeu das infeções de Covid-19

Portugal, França e Itália mantêm o nível máximo de infeções de COVID-19. A Espanha continua…

EUA confirmam primeiro caso de varíola do macaco em 2022

Sintomas da doença incluem febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, calafrios e…

Sobe para 14 o número de casos de varíola dos macacos no país

Há ainda outros dois casos suspeitos de Monkeypox, que se encontram sob análise.