INEM alerta para a Avaliação do Estado de Consciência

Os acidentes e as doenças súbitas acontecem quando menos se espera, sendo uma mais-valia qualquer pessoa estar preparada para atuar. É por isso importante saber abordar uma vítima e avaliar o seu estado de consciência.

Perante qualquer situação de emergência, antes de se aproximar da vítima, deve confirmar se existem condições de segurança no local, para si e para a vítima. Havendo condições de segurança, aproxime-se e verifique se a vítima responde. Para tal, abane suavemente os ombros e pergunte em voz alta: “Está bem? Sente-se bem?”.

Pub

· Se a vítima responde significa que está consciente. Tente perceber o que se passou e se necessário ligue 112.

· Se a vítima não responde, considere que está desmaiada.

Caso a vítima não responda e após pedir ajuda, deve ver se a vítima está a respirar. Para avaliar se uma vítima respira deve; Ver se o tórax expande, Ouvir a passagem de ar e Sentir a expiração na face.

Siga estes passos:

Pub

· Coloque uma mão na testa da vítima e com dois dedos da outra mão no queixo da vítima eleve o queixo. Com este gesto vai melhorar a passagem do ar para os pulmões.

· Coloque o seu ouvido perto da boca e nariz e olhe para o peito da vítima. Preste atenção a sons de respiração, se sente o ar da respiração no seu rosto e se observa os movimentos respiratórios do peito da vítima.

Faça isto durante 10 segundos.

Se respira normalmente:

Avalie a circulação e procure hemorragias. Deite a vítima de lado sobre o lado esquerdo.

Pub

Ligue 112.

Se não respira normalmente:

Se a vítima não respira normalmente, devemos iniciar manobras de Suporte Básico de Vida (reanimação). Ligue 112.

A Emergência Médica começa em Si! Colabore com o INEM. Juntos, podemos salvar vidas!

Para ver o artigo anterior, clique aqui.



Pub
Mais em Saúde
Covid-19: Rt desceu mas novos casos, internamentos e óbitos subiram

Esta sexta-feira, a Direção-geral da Saúde (DGS) e o Instituto Nacional Doutor Ricardo Jorge (INSA) atualizaram os dados da pandemia e deram

Varíola dos macacos avança em Portugal para 74 casos

A varíola dos macacos continua a aumentar em Portugal, onde nas últimas horas se confirmaram 16 novos casos

No final de junho vamos ter novidades sobre a imunidade contra a covid-19 – CNN

Trinta e seis hospitais públicos e 16 laboratórios privados participam na quarta fase do inquérito serológico nacional, que vai permitir

Covid-19: Governo prolonga situação de alerta até 30 de junho mas regras mantêm-se

Em reunião do Conselho de Ministros desta quinta-feira, o Governo decidiu prolongar a situação de alerta inerente à Covid-19 até ao final do