Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Brasil: Fortaleza tornou-se o ponto mais conectado do mundo

Foto: in Diário do Nordeste

A capital cearense já conta com outros 15 cabos que conectam o Brasil a cinco continentes

O novo cabo submarino de fibra ótica, inaugurado esta terça feira (1)  entre Fortaleza (Brasil) e Sines (Portugal) tornou a cidade capital do Ceará no ponto mais conectado do mundo, segundo o governo brasileiro.

Ancorado na Praia do Futuro, de acordo com a notícia do Diário do Nordeste, Fortaleza recebeu mais um cabo de fibra ótica submarino que conecta o Brasil à Europa, através de Portugal e sua cidade de Sines. Este é o 16º cabo, que entrou em operação nesta terça-feira (1) e torna a Capital do Ceará no ponto de maior entroncamento de cabos no mundo, segundo o Governo do Estado cearense.

A nova conexão, promovida pela empresa portuguesa EllaLink, vai reduzir em até 50% a latência, como é chamado o tempo de resposta na transmissão de dados entre os dois continentes.

Com isso, negócios digitais, serviços em nuvem, bancos eletrónicos, mídia de entretenimento e jogos online devem ficar bastante beneficiados com a nova ligação.

Investimentos em crescimento

O novo cabo, de 6 mil quilómetros de extensão, conecta Fortaleza e Sines, em Portugal, e é o primeiro a ligar o Brasil à Europa diretamente, tendo o investimento da empresa portuguesa sido da ordem dos € 150 milhões de euros.

“Foram dez anos de trabalho árduo, desde a ideia inicial ao dia de hoje, uma aventura humana que envolveu muitos profissionais, e agora vamos conectar os dois continentes pelos próximos 25 anos, por meio de uma infraestrutura moderna”, afirmou Philippe Dumont, CEO da EllaLink.

“Estamos transformando o Ceará, que antes era apenas um ponto de passagem dos cabos submarinos, num local onde as empresas de tecnologia estão a investir cada vez mais em data centers, empresas de desenvolvimento de software, etc...", ressaltou o secretário executivo de Comércio, Serviços e Inovação da Secretaria do Desenvolvimento Económico e Trabalho, Julio Cavalcante.

15 cabos submarinos de fibra ótica

A capital cearense conta já com outros 15 cabos submarinos de fibra ótica que, de acordo com o Diário do Nordeste, interligam o Brasil a África, Europa, América do Norte, América Central e América do Sul.

A localização geográfica contribui para Fortaleza ser considerada um importante polo de concentração de cabos, alguns deles a operarem desde 2000.



Exit mobile version