(Foto: Endchildlabour2021.org)

Nova iniciativa quer “acabar com o trabalho infantil no Algarve”

A Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade do Algarve, o Centro de Ciências do Mar do Algarve e o Agrupamento de Escolas João de Deus vão lançar a iniciativa #EndChildLabour2021 no Algarve.

As três instituições anunciaram, no âmbito do Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil (12 de junho), a sua associação à Organização Internacional do Trabalho e à Organização das Nações Unidas (ONU) para, através da Alliance 8.7, promover este projeto.

Pub

Esta iniciativa pretende sensibilizar a população e comunidade escolar para o problema do abandono escolar e integração no mercado de trabalho de jovens em idade escolar (com menos de 18 anos) no Algarve, implementando parcerias regionais e nacionais que “permitam mitigar este problema e acabar com o trabalho infantil na região”.

O Algarve, referem as três entidades, “é uma das regiões com maiores taxas de abandono escolar do país”, principalmente entre os 15 e os 17 anos de idade, e a integração destes jovens no mercado de trabalho regional está “fortemente condicionada pelo carácter sazonal da economia regional baseada no turismo”.

Contexto regional aumenta risco de abandono escolar

“Este contexto regional, acrescido ao efeito desproporcional que a pandemia Covid-19 está a ter na economia da região, aumenta significativamente o risco de abandono escolar de jovens em famílias mais afetadas e com menor resiliência económica, assim como a possibilidade de serem explorados em trabalhos precários e sem qualquer proteção laboral”, salientam.

A iniciativa #EndChildLabour2021 arranca, no Algarve, com uma rede de parceiros que se comprometem a “promover o crescimento económico inclusivo e sustentável, o emprego pleno e produtivo e o trabalho digno para todos” para que, até 2025 e em alinhamento com o Objetivo Sustentável 8 da agenda 2030 da ONU, acabar com o trabalho infantil em todas as suas formas na região.

Pub

Esta rede de parceiros inclui, nesta primeira fase, a Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade do Algarve, o Centro de Ciências do Mar do Algarve (CCMAR) e o Agrupamento de Escolas João de Deus (AEJD), mas pretende vir a acolher mais entidades e parceiros da região.

A nível internacional, esta rede de parceiros alia-se à Alliance 8.7, um parceiro global determinado a que seja atingido o Objetivo 8.7 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas.



Pub
Mais em Sociedade
Beja
Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja arranca na sexta-feira

A banda desenhada volta a tomar conta da cidade de Beja, entre 27 de maio e 12 de junho, com um festival internacional que promete

Transição
São Brás: Sessão online aborda transição digital nas escolas

A transição digital nas escolas vai ser tema, amanhã, quinta-feira, 26, de uma sessão online, via Zoom, promovida por entidades de São Brás

Olhão
Olhão: MOJU promove melhorias em bloco habitacional

A MOJU – Associação Movimento Juvenil em Olhão reuniu esforços para promover pequenas melhorias no interior do bloco habitacional onde,

Portugal vai estudar implementação da semana laboral de quatro dias

Impacto da semana laboral de quatro dias, graças à aprovação de uma proposta parlamentar da esquerda durante o debate do OE 2022…