Fundo empresarial de Portimão continua a dar apoios

A câmara de Portimão aprovou a abertura de candidaturas relativas à terceira fase do Fundo Municipal de Apoio Empresarial (FMAEP), cuja principal
novidade é a inclusão das empresas que iniciaram atividade no ano de 2020 e que tiveram uma quebra mínima de faturação na ordem dos 25 por cento, para o que foi alocada a verba de 562 mil euros.

Esta quantia, à qual não podem concorrer as empresas beneficiadas nas duas fases anteriores, resulta da dotação global relativa ao FMAEP, no valor de dois milhões de euros, decorrendo de 14 a 25 de junho o período para apresentação de candidaturas para esta terceira fase, cujo respetivo formulário já se encontra disponível online.

Pub

Para o cálculo da quebra de faturação será considerada a média mensal, considerando apenas os meses civis completos e com movimento de caixa, sendo de 1500 euros o valor do apoio por empresa.

A proposta, apresentada pela presidente da câmara municipal de Portimão, Isilda Gomes, faz parte de um vasto pacote excecional de medidas de auxílio social e económico, criado a partir de março de 2020 para mitigar os efeitos da atual pandemia pela Covid-19, que provocou a queda da atividade económica, com grave incidência na saúde financeira das empresas.

A autarquia pretende «contribuir para a reestruturação progressiva da economia local, mantendo o emprego e impedindo o agravamento da situação socioeconómica das famílias, nomeadamente as que dependem de rendimentos nos setores da hotelaria, restauração e similares, comércio a retalho e empresas prestadoras de serviços complementares.

O reflexo é então que foram concedidos nas outras duas fases 719 apoios a empresas e trabalhadores independentes, no valor global de 1 milhão e 438 mil euros. Na primeira fase deste fundo foram apresentadas 630 candidaturas, 534 das quais aprovadas a apoios concedidos no valor global de 1 milhão e 068 mil euros.

Pub

Quanto à segunda fase, destinada aos trabalhadores independentes, foram recebidas 242 candidaturas, das quais 185 tiveram luz verde, o que significou 370 mil euros de apoios concedidos.



Pub
Mais em Economia
ACRAL
ACRAL apresentou projeto «E-Algarve» para ajudar empresas na transição digital

A ACRAL – Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve apresentou ontem, quinta-feira, o projeto «E-Algarve», que pretende ajudar

Silves aprovou candidaturas PAHAB e PARJPI

A Câmara Municipal de Silves aprovou, nas reuniões do executivo, as candidaturas para atribuição de apoio financeiro à reabilitação urbana.

Porto de Sines esteve na Assembleia do Projeto PLANET

A Comunidade Portuária e Logística de Sines participou na primeira Assembleia presencial do #PLANETproject. A reunião teve lugar em Valência.

JYSK renova a sua loja em Albufeira

Esta reabertura da JSYK, a gigante dinamarquesa, faz parte do objetivo de renovação das suas lojas com o novo conceito 3.0, que será