Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Aeroporto de Faro lança projeto fotovoltaico inovador

(Foto: Aeroporto de Faro)

A ANA anunciou ontem o lançamento do primeiro projeto de central fotovoltaica em ambiente aeroportuário em Portugal, o qual permitirá, a partir do próximo ano, colmatar 30% das necessidades energéticas do Aeroporto de Faro.

O grupo Vinci lembra que o aeroporto está inserido no Parque Natural da Ria Formosa, onde as parcerias ao nível da biodiversidade são particularmente relevantes, como a realização de estudos específicos de flora e fauna, dentro do plano de ações ambientais na região do Algarve.

Os painéis fotovoltaicos terão uma capacidade de 3 MWp e irão fornecer ao Aeroporto de Faro 30% das suas necessidades energéticas, gerando uma poupança anual equivalente a mais de 1.500 toneladas de CO2.

O projeto da central solar, anunciado ontem, terça-feira, será totalmente desenvolvido e gerido pela ANA – VINCI Airports, através da subsidiária fotovoltaica Sunmind do grupo VINCI.

O início da construção está previsto para breve e a central estará operacional já em 2022.

As preocupações ambientais e de sustentabilidade são consideradas prioritárias na VINCI Airports, que desde o início da concessão, ativou inúmeras parcerias com organizações ambientais locais.

A nova central solar em Faro faz parte de um plano de ação global da VINCI Airports nos seus 45 aeroportos em 12 países, com projetos semelhantes já implantados ou em desenvolvimento na República Dominicana, Brasil, Reino Unido, Sérvia, Suécia, França e agora Portugal.

"Na VINCI Airports estamos particularmente orgulhosos em lançar hoje uma nova fase no desenvolvimento do Aeroporto de Faro, juntamente com as autoridades portuguesas. Juntos, estamos a colocar a recuperação do turismo de Portugal sob a bandeira do progresso ambiental e da sustentabilidade", sublinha Nicolas Notebaert, CEO da VINCI Concessions e Presidente da VINCI Airports.



Exit mobile version