Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Brasil: ‘serial killer’ a monte com polícia na perseguição

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Lázaro de Sousa é acusado de já ter tirado a vida a cinco pessoas, ferido outras cinco, entre elas dois polícias, e de ter protagonizado diversos tiroteios.

Segundo informações, veiculadas pela Globo 1, um homem estava encapuzado e tinha duas armas, para além de usar colete à prova de bala. Procurado por mais de 200 agentes policiais, Lázaro é suspeito de matar uma família no Distrito Federal há cerca de 8 dias. O foragido tem uma extensa ficha criminal, tendo fugido três vezes da prisão e é acusado de diversos crimes, com passagens na Bahia, Distrito Federal e Goiás.

Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, é suspeito de roubar uma família, atirar e ferir o dono de uma pequena propriedade (chácara - definição brasileira) em Cocalzinho de Goiás, antes de matar uma família em Ceilândia, no Distrito Federal, no último dia 9 de junho.

Task force composta por 200 polícias estão na perseguição

De acordo com a notícia da Globo 1, uma mulher foi feita refém - segundo imagens que foram gravadas por câmaras de segurança - no dia 29 de maio. O ladrão estava encapuzado, era portador de duas armas de fogo e usava colete à prova de bala, o qual, de acordo com o boletim de ocorrências da Polícia Civil, deveria tratar-se de Lázaro de Sousa.

O documento da Polícia Civil informou que o ladrão fez reféns todos os que estavam na área da casa e levou-os para uma sala, onde os obrigou a ficarem deitados com as mãos para cima.
As vítimas relataram que o assaltante estava muito nervoso e disparou duas vezes após pedir que todos entregassem os telemóveis. Um dos disparos, foi feito para o chão e os estilhaços feriram o dono da chácara. Em seguida, o assaltante fugiu com quatro telemóveis e o dinheiro que conseguiu retirar dos sequestrados.

Segundo o Globo 1, o delegado Raphael Barboza informou que algumas das imagens reveladas indiciam que o homem tem muitas características físicas de Lázaro. O policial informou ainda que o caso está a ser investigado e o inquérito está em andamento.

Uma ação (task force) musculada, composta por mais de 200 policiais do DF e de Goiás, procuram o perigoso fugitivo, tipo serial killer, há cerca de oito dias.
O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, disse que ele tem facilidade de se esconder por ser mateiro e caçador.



Exit mobile version