Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Covid-19: Queiroga lamenta a morte de 500 mil brasileiros

Foto: Ministro Marcelo Queiroga / in agência Brasil

Ministro da Saúde brasileiro publicou nota na sua conta no Twitter solidarizando-se com todos os "que perderam os seus ente queridos"

O ministro da Saúde do Brasil, Marcelo Queiroga, divulgou através das redes sociais uma nota na qual lamenta a morte de meio milhão de brasileiros em consequência da Covid-19. A expectativa é de que esse número seja anunciado ainda hoje (19) em balanço a ser divulgado pela pasta da Saúde.

De acordo com a agência Brasil, na sua conta no Twitter, Marcelo Queiroga diz prestar solidariedade a cada pai, mãe, amigos e parentes, que perderam os seus entes queridos.

"500 mil vidas perdidas pela pandemia que afeta o nosso Brasil e todo o mundo. Trabalho incansavelmente para vacinar todos os brasileiros no menor tempo possível e mudar esse cenário que nos assola há mais de um ano", escreveu o ministro.

Declaração do ministro Marcelo Queiroga na sua conta no Twitter
2.315 mortes hoje registadas, colocam o número total de vítimas acima do meio milhão

De referir que o Brasil registou, neste sábado (19), 2.315 mortes por Covid-19 e 82.288 novos casos foram diagnosticados, de acordo com os dados enviados pelos estados ao Ministério da Saúde e ao Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), segundo o portal R7.
Com estes dados hoje registados, o país supera a marca dos 500 mil mortos por Covid-19. O país contabiliza agora 500.800 óbitos e 17.883.750 pessoas que já foram diagnosticadas com a doença.

Desde janeiro, quando a primeira pessoa foi vacinada, até ao momento, apenas 11,5% da população recebeu as duas doses do imunizante contra a doença, o que corresponde a 24.426.291 pessoas.

Segundo o Ministério da Saúde, 4,4 milhões de pessoas não retornaram para receber a segunda dose da vacina dentro do prazo recomendado.



Exit mobile version