Quinta de Silves promove a reprodução da raça algarvia

A Quinta Pedagógica de Silves estará encerrada no próximo dia 29 de junho. «O encerramento resulta da necessidade de desenvolvimento de procedimento de preservação e valorização de raças autóctones, nomeadamente a recolha, transferência e congelação de embriões destinados à reprodução do bovino de raça algarvia», explica a gestão da Quinta.

A vaca algarvia chegou a ser dada como extinta, estando neste momento em desenvolvimento um projeto de recuperação que envolve diversas entidades, entre as quais o município de Silves, através da sua Quinta Pedagógica. Esta raça, com origem no mesmo tronco da vaca alentejana, mertolenga e garvoneza tem como traços distintivos a cabeça piramidal, a barbela (que é mais pequena do que a alentejana), os membros e pelagem mais curtos.

Pub



Pub
Mais em Ambiente
Culatra
Protótipo de dessalinização não intrusiva para a Ilha da Culatra vence concurso

O projeto «Culatra2030 – Non intrusive water desalination», coordenado por investigadores do Centro de Investigação Marinha e Ambiental

Aspirante Geoparque apresenta “Plantas Invasoras” nas escolas de Albufeira

O aspirante Geoparque Algarvensis, constituído pelos municípios de Loulé, Silves e Albufeira, assina a ação…

Loulé: Conselho de Ação Climática com novas sinergias

Passados dois anos, o Conselho Local de Acompanhamento da Ação Climática do Município de Loulé,…

Loulé adere à “Semana das Espécies Invasoras”

De 22 de maio a 3 de junho, o Município de Loulé envolve-se na realização…