Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Reino Unido: deverá relaxar restrições a viagens à UE e EUA

Trabalhadores da indústria de aviação e viagens do Reino Unido participam em protesto do 'Dia de Ação de Viagem' em frente ao Parlamento em Londres, quarta-feira, 23 de junho de 2021. (AP Photo / Matt Dunham)

Grã-Bretanha vai relaxar as restrições a viagens, permitindo que pessoas totalmente vacinadas visitem uma ampla variedade de destinos em que se inclui a Madeira, sem terem que se isolar no retorno.

Esta notícia de provável flexibilização das regras para viajantes, avançada pela Associeted Press, citando fonte do Departamento de Transporte da Grã-Bretanha, fala da possibilidade de implementação de uma nova política por fases no final deste verão. A mudança aplicar-se-ia a pessoas totalmente vacinadas que viajam para destinos da lista “âmbar” do governo britânico, que atualmente cobre grande parte do mundo, incluindo os EUA e a maior parte da União Europeia, incluindo Portugal.

Os planos foram anunciados depois de companhias aéreas e fornecedores de férias exigirem que o governo abrandasse as restrições a viagens internacionais que prejudicaram a indústria. Os protestos ocorreram em todo o país nesta quarta-feira com pilotos, hoteleiros e agentes de viagens exigindo alívio de restrições.

“Estamos a avançar com esforços para reabrir com segurança as viagens internacionais neste verão e, graças ao sucesso de nosso programa de vacinação, agora podemos considerar a remoção do período de quarentena para chegadas de países âmbar totalmente vacinados no Reino Unido - mostrando um sinal real de progresso”, disse o secretário de Transporte Grant Shapps em comunicado.

Segundo a Associeted Press, quase 61% da população adulta do Reino Unido está totalmente vacinada, enquanto 83% receberam uma dose.

O governo também adicionou 17 países e territórios, incluindo Malta, as Ilhas Baleares e a Madeira, à sua lista “verde” de destinos seguros de viagem. As pessoas que viajam para estes destinos não precisarão mais de se isolar por 10 dias quando retornarem ao Reino Unido.

Os destinos adicionados à lista verde são: Malta, Madeira, Ilhas Baleares, Anguila, Bermudas, Território Antártico Britânico, Território Britânico do Oceano Índico, Ilhas Virgens Britânicas, Ilhas Cayman, Montserrat, Ilhas Pitcairn, Ilhas Turks e Caicos, Antígua, Barbuda, Dominica, Barbados e Grenada.
As alterações entram em vigor às 04:00 horas do dia 30 de junho.



Exit mobile version