Época balnear arranca com “Não há que enganar», em Portimão

A época balnear portimonense abriu com oitenta ecopontos novos e uma campanha de sensibilização que «pretende alertar os veraneantes para a importância de continuar a separar os resíduos enquanto estão de férias na praia, no campo ou em qualquer outro lugar». Durante o mês de junho a Emarp procedeu à substituição dos antigos contentores por novos recipientes, de cores diferentes, com o objetivo de facilitar a separação de
materiais como o papel, vidro, plástico e indiferenciados, possibilitando assim desviar esses resíduos dos oceanos e aterros.

Segundo a entidade, nos últimos 3 anos foram recolhidos nas praias do município cerca de 2.460 toneladas de resíduos, entre os quais constam apenas 143,6 toneladas de recicláveis (vidro, plástico e papel), e enviados para o aterro 2.316 toneladas de materiais que não tiveram qualquer aproveitamento.

Pub

«Face à quantidade de materiais que continuam a não ser reciclados, em particular as embalagens, é urgente, não só acabar com o lixo largado indiscriminadamente nos areais, mas também alertar para a importância da correta deposição dos resíduos nos recipientes certos, uma vez que um resíduo indiferenciado depositado no contentor errado pode contaminar os materiais recicláveis impossibilitando a sua transformação e posterior reutilização», apela a Emarp.

Para ajudar os veraneantes a utilizarem corretamente os ecopontos será efetuado um reforço de comunicação, junto à contentorização localizada nas zonas com maior afluência de pessoas, através da ativação de sinalética bilingue, em português e inglês, sob o mote “Não há que enganar”, com toda a informação acerca do que se deve e não se deve depositar.



Pub
Mais em Ambiente
Aspirante Geoparque apresenta “Plantas Invasoras” nas escolas de Albufeira

O aspirante Geoparque Algarvensis, constituído pelos municípios de Loulé, Silves e Albufeira, assina a ação…

Loulé: Conselho de Ação Climática com novas sinergias

Passados dois anos, o Conselho Local de Acompanhamento da Ação Climática do Município de Loulé,…

Loulé adere à “Semana das Espécies Invasoras”

De 22 de maio a 3 de junho, o Município de Loulé envolve-se na realização…

Observação de cetáceos com formação em Lagos

É já nos próximos dias 6, 7 e 8 de junho que terá lugar a…