Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

F1: Verstappen deu mais uma prova do grande piloto que é

Foto: XPB Images / F1.Mania

Domingo com céu nublado, baixa temperatura da pista do Circuito de Spielberg e bancadas 'pintadas' de laranja em apoio ao vencedor Max Verstappen

Partida limpa, pista seca, todo o pelotão avançava normalmente, menos Esteban Oron que ficava ensanduichado lá atrás e quebrava a direção no lado direito do seu Alpine e ficava imobilizado. Bandeira amarela na pista, a anteceder a entrada do safety car e a corrida ficava em 'banho maria' até que o carro acidentado fosse retirado.

À quinta volta a corrida era retomada, com a ordem de partida (e relançamento) inalterada e Max Verstappen (Red Bull) seguia na liderança, com Lando Norris em segundo lugar, mas com Sergio Perez (Red Bull) que seguia na terceira posição a atacar Norris, até que um ligeiro toque na roda a frente do Red Bull de Perez o fazia descer para a décima posição.

Lewis Hamilton (Mercedes) na sexta volta era surpreendido pelo companheiro de equipa Valteri Bottas e trocavam de posições, de terceiro para quarto, mas por pouco tempo.

Entretanto a corrida decorria normalmente, com Verstappen imparável e a corresponder às expetativas da sua claque de apoio que alaranjava as bancadas, e com Hamilton a subir à segunda, posição depois de ultrapassar Norris. Bottas também superava Hamilton e após este trocar pneus Norris voltava à disputa pelo segundo lugar tentando desalojar o segundo piloto da Mercedes do segundo posto do pódio.

Com as trocas de pneus a sucederem-se normalmente, sem grande alterações nas posições em que os pilotos rodavam e a corrida não sofria praticamente nenhuma alteração relevante que merecesse ser referida, a não ser uma luta renhida, que até teve repetição e mereceu penalizações...

Max Verstappen foi sucessivamente baixando o tempo por volta, demonstrando a sua classe de grande piloto que é e, quando faltavam dez voltas para o final voltou à boxe e calçou pneus novos. No regresso à pista Verstappen continuava com boa vantagem sobre Bottas, agora de mais de 7 segundos. Hamilton, por sua vez, mantinha-se na quarta posição e assim rodou até à volta 71.

Na Ferrari, de assinalar apenas que Sainz passou Leclerc quando faltavam cinco voltas para o final e passaram a ocupavar as 7ª e 8ª posições.

No final da corrida, cumpridas as 71 voltas, o primeiro piloto a ver a bandeira de xadrez foi, naturalmente, Max Verstappen, seguido de Valteri Bottas e de Lando Norris. Red Bull, Mercedes e McLaren nas três posições do pódio.

Classificação no final do Grande Prémio de Fórmula 1 da Áustria:



Exit mobile version