Imagem do Papa em 4 de julho de 2021, durante a celebração de domingo, antes de ir para o hospital onde foi operado. — Foto: Reuters

Papa passa bem após cirurgia intestinal, diz o Vaticano

O Papa Francisco está bem após ter sido submetido a uma cirurgia intestinal, disse o Vaticano este domingo (04). O sumo pontífice, de 84 anos, foi hospitalizado pela primeira vez desde sua eleição em 2013.

O porta-voz Matteo Bruni disse em comunicado, segundo a Reuters, que o sumo pontífice "respondeu bem" à cirurgia, que foi feita sob anestesia geral e que o Vaticano havia dito que havia sido agendada e não motivada por uma emergência.

Bruni não deu mais detalhes sobre a cirurgia ou quanto tempo durou a intervenção e não disse por quanto tempo o papa permaneceria no hospital Gemelli de Roma.

Pub

Segundo a Reuters, o papa entrou no hospital ao início da tarde deste domingo e a declaração foi emitida pouco antes da meia-noite, horário de Roma.

Francisco foi submetido a cirurgia para estenose diverticular sintomática do cólon, uma condição em que bolsas em forma de saco se projetam da camada muscular do cólon, fazendo com que ela se torne estreita. A operação foi realizada por uma equipa médica comporta por dez pessoas.

Além de causar dor, a condição pode causar distensão abdominal, inflamação e dificuldade para evacuar e, normalmente tende a afetar mais os idosos.

O papa parecia estar bem de saúde algumas horas antes, quando se dirigiu a milhares de pessoas na Praça de São Pedro para a sua bênção dominical e anunciou uma viagem à Eslováquia e Budapeste em setembro.

Pub

Informa ainda a agência Reuters, que o extenso hospital e escola médica Gemelli, administrado por católicos, na parte norte de Roma, tradicionalmente trata papas  e uma parte de seu décimo andar está permanentemente reservada para eles.

Como faz todos os anos em julho, Francisco já havia suspendido todas as suas audiências gerais e privadas do mês. A cirurgia parece ter sido programada para coincidir com um período em que ele tem apenas um compromisso público - a sua bênção de domingo na Praça de São Pedro.

Ao contrário de seus predecessores, Francisco permanece no Vaticano e nunca usou a extensa propriedade papal de verão nas colinas de Alban, situada ao sul de Roma.

Francisco às vezes fica sem ar porque uma parte de um dos seus pulmões foi removida após uma doença quando ele era jovem, na Argentina, sua terra natal.

A notícia da Reuters diz ainda que o Papa Francisco também sofre de ciática, cuja dor que se irradia da parte inferior das costas, ao longo do nervo ciático, até as pernas.

Pub

A condição, para a qual recebe fisioterapia regular, obrigou-o a faltar a várias provas no início deste ano e já o levou a deambular com dificuldade.

No ano passado, um forte resfriado impediu-o de participar num retiro quaresmal de uma semana, com auxiliares seniores, no sul de Roma.

Em 2014, um ano depois de ter sido eleito papa, Francisco foi forçado a cancelar vários compromissos devido ao que se acreditava ser uma doença de estômago.



Pub
Mais em Internacional
Brasil: Bernie Ecclestone é preso com arma de fogo em aeroporto

Ex-chefão da Fórmula 1 tentava embarcar com uma pistola na bagagem. Pagou fiança e foi colocado em liberdade

Varíola dos macacos alastra pelo mundo (vídeo)

A varíola dos macacos espalha-se pelo mundo. Há já mais de 230 casos confirmados em 19 países,…

Testes Starliner da Boeing concluídos com sucesso (vídeo)

Correu bem o segundo voo de teste da Starliner da Boeing.

Mais 110 migrantes resgatados do Mediterrâneo (c/ vídeo)

110 migrantes, incluindo uma menina de 2 anos, foram resgatados, esta terça-feira, no Mediterrâneo pela ONG espanhola Open Arms.