Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Loulé com resposta para jovens com necessidades especiais

Loulé e Quarteira com Centros de Recursos Educativos para a inclusão de jovens com necessidades especiais

Para melhorar a capacidade de resposta na área da educação inclusiva e do ensino especial no Município, já estão em funcionamento os Centros de Recursos Educativos para a Inclusão em Loulé e Quarteira. São dois espaços que vêm reforçar a componente de apoio à família, a crianças e jovens com necessidades educativas, não só durante o período letivo, mas também nas férias escolares.

O presidente da Autarquia, Vítor Aleixo, visitou ontem, juntamente com o padre Carlos Aquino, o polo de Loulé, localizado no Centro Paroquial e Social de S. Clemente, onde a Paróquia cedeu quatro salas para o funcionamento das atividades.

Em Quarteira, é também no Centro Paroquial desta cidade, na Igreja de S. Pedro do Mar, que está localizado este núcleo que vem colmatar uma necessidade uma vez que, tanto no setor privado como no social, não existem respostas nesta área.

Destinado a crianças e jovens com idades compreendidas entre os 6 e os 18 anos, com deficiência intelectual ou multideficiência, pertencentes aos centros de apoio à aprendizagem dos Agrupamentos de Escolas do concelho de Loulé ou aqui residentes, este é um serviço de proximidade que tem como principal objetivo promover a qualidade de vida, bem-estar, desenvolvimento pessoal, inclusão social, tirando o máximo potencial destes jovens.

São serviços especializados existentes na comunidade que apoiam e intensificam a capacidade da escola na promoção do sucesso educativo de todos os alunos, como facilitadores da implementação de políticas e de práticas de educação inclusiva.

Assente num plano de intervenção individual para cada aluno, são promovidas atividades ocupacionais e socioeducativas visando a manutenção das capacidades, o desenvolvimento social e pessoal e o equilíbrio emocional dos alunos, mas também atividades terapêuticas, prestação de cuidados pessoais e apoio necessário à realização de atividades de vida diária e promoção de atividades recreativas dentro e fora do Centro com o acompanhamento técnico.

As atividades vão desde as lúdico-funcionais, psicomotoras, fisioterapia, intervenção assistida por animais, psicodrama ou expressão artística.

Também os agregados familiares são abraçados por esta iniciativa uma vez que aqui são realizadas ações de apoio à família/cuidadores, possibilitando a assistência no desenvolvimento de competências parentais e apoio psicológico.

Os dois Centros funcionam diariamente, de segunda a sexta-feira, no período de componente do apoio à família, após as 15h00, mas durante as férias o horário é das 9h00 às 17h00.

A equipa municipal é constituída por 1 coordenadora técnica, 1 coordenadora de recursos, 1 professora do ensino especial, 1 técnica de desporto, 1 psicóloga e 5 assistentes operacionais. Conta ainda com o apoio de técnicos especializados na área da fisioterapia, terapia da fala e psicologia e da intervenção assistida por animais (parceria com a Associação Kokua e Famílias UP).

Relativamente a mais este instrumento de apoio socioeducativo, o presidente da Autarquia de Loulé refere que “a inclusão plena de jovens com necessidades educativas especiais ou deficiência, bem como o pleno reconhecimento e promoção dos seus direitos fundamentais, constituem uma prioridade absoluta assumida pela Câmara Municipal de Loulé”.

Exit mobile version