Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Município de Albufeira aponta desapontamento com o governo

O presidente da câmara municipal de Albufeira está desapontado por ver de novo adiadas as promessas que foram feitas por parte do governo de alteração do critério de classificação de casos por 100.000 habitantes.

José Carlos Rolo sublinha que se trata de não corrigir “o injusto critério de classificação que não tem em conta a população estrangeira nos concelhos”. O autarca refere que o Centro de Testagem de Albufeira, uma aposta forte do município, está disponível para apoiar as necessidades da hotelaria e restauração do concelho perante as novas regras de confinamento.

«As novas regras de confinamento confirmam a estratégia da câmara municipal de Albufeira, de que o controlo da pandemia teria de assentar fundamentalmente na testagem e na vacinação. As novas regras valorizam finalmente a população vacinada (que será a verdadeira solução) e, para os que ainda não tomaram a vacina, o controlo através de testes», sublinha a autarquia.

«Os efeitos que tal medida terá nos hotéis e restaurantes são ainda imprevisíveis», frisa o presidente José Carlos Rolo, sublinhando que o Centro de Testagem de Albufeira, com testes antigénio gratuitos para os residentes, estará à disposição para auxiliar todas as entidades que necessitem de apoio para os seus clientes.

«Por outro lado, é com desapontamento que vemos de novo adiadas as promessas que foram feitas por parte do governo de alteração do critério de classificação de casos por 100.000 habitantes», refere.

Fonte a câmara refere ainda que «Albufeira em primeiro plano e todos os outros municípios com fortes populações turísticas continuam fortemente prejudicados, o que se notará ainda de forma mais clara, logo que o número de casos positivos comece a decrescer».

A câmara municipal de Albufeira compromete-se com todos os albufeirenses a não baixar os braços e a lutar de todos as formas contra esta injustiça», concluiu o autarca.



Exit mobile version