Foto: Reprodução / CNN

Brasil regista em 24h menor número de casos Covid desde janeiro

País registou 745 mortes pelo novo coronavírus, segundo dados divulgados pelo Conass nesta segunda-feira (12)

Nesta segunda-feira (12) o Brasil registou 745 mortes e 17.031 novos casos de Covid-19, dado que constitui o menor número de novas contaminações pela doença desde o dia 2 de janeiro, quando foram contabilizados 15.827 novos casos.
Segundo a CNN Brasil, a média móvel de mortes ficou em 1.303, de acordo com dados consolidados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Com a atualização dos números da pandemia, o Brasil passa a ter 534.233 óbitos e 19.106.971 de casos do novo coronavírus, para uma população total do país que ultrapassa os 214 milhões de habitantes.

Pub

Refere a CNN Brasil que os dados da pandemia costumam ser menores às segundas-feiras, uma vez que parte dos órgãos de Saúde não funciona aos domingos, e com isso há uma subnotificação de casos, que são computorizados nos dias subsequentes.

Estes dados mantêm o Brasil como o segundo país com mais mortes pela Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, segundo informações da Universidade Johns Hopkins. Já em contaminações, o país só não tem mais casos do que os Estados Unidos e a Índia, líderes no ranking mundial de infeções pelo novo coronavírus.

No mundo, de acordo com a plataforma global Worldometer, o número óbitos causados pelo novo coronavírus está agora (às 17:15 hrs) em 4.058.803 .



Pub
Mais em Internacional
McLaren passa a exibir marca ‘Senna’ nos carros de Fórmula 1

O acordo é válido a partir do GP do Mónaco, onde o tricampeão conquistou seis vitórias

Shurastey é cremado nos EUA e as cinzas viajam com tutor para o Brasil

O influenciador, que estava com o seu cão golden retriever chamado de Shurastey, envolveu-se num acidente de trânsito. Ambos morreram.

F1: Leclerc o mais rápido também no TL2, pois então!…

Durante a primeira atividade o TL1, no Principado do Mónaco, a luta pela primeira posição…

EUA: Marido de professora morta em ataque infarta e morre dois dias depois

Irma Garcia morreu ao tentar proteger os alunos da Robb Elementary School em Uvalde, no Texas (EUA)