Certificado Covid-19 ou teste negativo obrigatórios em restaurantes e hotéis

O verão chegou há cerca de um mês e com ele também novas medidas. Medidas essas para controlar a pandemia do covid-19. Já se é sabido que Portugal é um dos destinos eleitos para férias tanto dentro da Europa como fora, são muitos os turistas que se deleitam no calor e beleza de Portugal. Segundo os utilizadores do site European Best Destination, Portugal foi considerado em 2021 o melhor destino do mundo para se viajar. Já em 2020 pelo quarto ano consecutivo Portugal recebeu do World Travel Award como o melhor destino para se viajar.

Dito isto, o governo decidiu tomar novas medidas, segundo as estatísticas pelo menos 70% da população adulta está vacinada em Portugal. Tendo em atenção que nem toda a população está vacinada, quem não está vacinado corre um maior risco de saúde caso contraia o vírus. Porém o SNS (Serviço Nacional de Saúde) apela que mesmo quem está vacinado para continuar o uso da máscara e ter as mesmas precauções necessárias de antes, manter o distanciamento social, não aglomerar, desinfetar as mãos etc. Pois apesar da vacina, não significa que não possamos contrair o vírus e passar para outra pessoa, mesmo que as mesmas tenham uma alta percentagem de efetividade de uns incríveis 95% de eficácia.

Pub

Uma nota que queremos salientar aqui é que essa estatística sobre a eficácia da vacina não foi feita pelo governo Português mas sim pela Organização Mundial de Saúde (OMS) ou World Wide Organization (WHO) no qual a mesma recomenda todas as medidas impostas pelos governos.

O governo decidiu então aplicar novas medidas que entraram em vigor na sexta-feira passada do dia 09/07/2021 a partir das 19:00. As novas regras implicam a apresentação do Certificado Digital Covid-19 da União Europeia em estabelecimentos turísticos e alojamento local ou apresentação de um teste negativo rápido, isto inclui hotéis, restaurantes e cafés.

Esta medida visa também evitar outro confinamento e poder dar suporte a negócios e ao turismo.

Para quem não é vacinado, fique então a saber que são aceites 4 tipos de testes, o teste que é feito normalmente em viagens que é 72 horas antes em laboratório, o teste de antigénio com relatório laboratorial feito com 48 horas antes, o teste rápido de antigénio chamados autotestes que são feitos 24 horas antes na presença de um profissional de saúde ou área farmacêutica e por último ou o mesmo teste rápido na porta do estabelecimento sendo o responsável pela verificação quem está a cargo por esse espaço.

Pub

Os acessos também são limitados sendo que dentro do estabelecimento por mesa só poderá estar presente 4 pessoas e na esplanada 6. Também para quem não deseja realizar testes covid-19 para entrar no estabelecimento, poderá comer na esplanada e só terá acesso ao espaço interior caso queira ir à casa de banho ou pagar a conta.

Mas em tempos de pandemia o recomendável é utilizar os serviços de takeaway como ubereats ou glovo e por aí fora, para evitar aglomerações. Os restaurantes à noite só poderão estar abertos até às 22:30 e a partir das 23:00 é proibida a circulação na via pública. E as restrições impostas pelo governo na entrada e saída da área Metropolitana de Lisboa foram removidas.

Apesar destas medidas espera-se também que os cidadãos cumpram a sua parte e evitem viagens desnecessárias.

Estas medidas estão a ser implementadas por todo o território da União Europeia, estas medidas já estavam a ser estudadas de como seria a implementação do passaporte digital covid-19.

Para já não existe uma data para o fim destas novas leis impostas pelo Governo. Portanto aconselhamos que fique no conforto do seu sofá enquanto assiste o seu filme favorito ou faça a sua aposta em sites de apostas como Bet22 enquanto pede o seu almoço ou jantar e aguarda. Se todos contribuírem com a sua parte com certeza que estas medidas serão amenizadas num futuro próximo.

Pub

Se pretender obter mais informações poderá verificar o site do governo português, faça o plano das suas férias com segurança, proteja a sua família e os outros, para que novas medidas não sejam implementadas, aproveite a liberdade com responsabilidade.



Pub
Mais em Saúde
Varíola dos macacos alastra pelo mundo (vídeo)

A varíola dos macacos espalha-se pelo mundo. Há já mais de 230 casos confirmados em 19 países,…

CHUA promove Jornadas de Medicina Física e de Reabilitação

O Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) organiza no próximo dia 7 de junho as…

Varíola dos macacos: Dinamarca e França avançam vacinação

As autoridades de saúde francesas recomendaram esta terça-feira o início da vacinação dos contactos de…

Argentina perante o primeiro caso suspeito de varíola dos macacos

Nenhum caso positivo confirmado da doença foi registado na América Latina até ao momento O…