Covid-19: Algarve com 1 óbito e mais 259 infeções

A região algarvia regista hoje mais uma morte, na sequência da pandemia de covid-19. O número de infeções no Algarve continua a aumentar, com mais 259 casos nas últimas 24 horas.

De acordo com o boletim informativo diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), em Portugal registam-se hoje mais 3.261 casos de infeção por covid-19. Nas últimas 24 horas morreram mais 8 pessoas.

De acordo com o boletim epidemiológico da DGS de hoje, o maior número de novos contágios nas últimas 24 horas foi verificado na região Norte, com 1.307 novos casos. A região de Lisboa e Vale do Tejo registou 1.279 novos casos.

Pub

Em enfermaria estão agora 805 doentes, mais 25 que no dia de ontem. O número de pessoas em cuidados intensivos também aumentou. São mais 3 os pacientes a necessitar de cuidados diferenciados, num total de 176.

Recuperaram da doença 1.258 pessoas.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17.207 pessoas e foram diagnosticados 930.685 casos de infeção.

Em Portugal continental e ilhas, o acumulado de casos positivos e mortos por Covid-19, em cada região agora é o seguinte:

Pub

 

Lisboa e Vale do Tejo: 363.991 (mais 1.279) e 7.336 mortos (mais 5)

 

Norte: 361.285 (1.307) e 5.381 mortos (mais 2)

 

Centro: 126.433 (mais 247) e 3.035 mortos

 

Alentejo: 32.403 (mais 117) e 976 mortos

 

Algarve: 29.537 (mais 259) e 375 mortos (mais 1)

 

Madeira: 10.222 (mais 9) e 70 mortos

 

Açores: 6.814 (mais 43) e 34 mortos



Pub
Pub
Mais em Saúde
Portugal identifica cinco infeções por varíola, Espanha 8 suspeitos

Depois do Reino Unido ter colocado a Europa em alerta para o vírus da varíola,…

Covid-19: idosos recebem a partir de hoje a 2a dose de reforço

Previsto para o início do outono, a aplicação da 2a dose de reforço foi antecipada devido ao aumento de infeções no país.

Vila Nova de Milfontes recebe ação de promoção de hábitos saudáveis

“Tudo em Prol do Coração!” é o lema da iniciativa agendada para o dia 27…

Médicos
Governo abre 17 vagas com incentivos para captar médicos para o Algarve

O Governo determinou as zonas geográficas do país onde se sente carência de médicos para efeitos de atribuição de incentivos à sua fixação,