Site icon Jornal diariOnline Região Sul. O seu portal de notícias Algarve e Alentejo Portugal

Portimão: Ciência, natureza e cultura fora de portas

A Fundação “la Caixa” vai apresentar na zona ribeirinha de Portimão a exposição “De Polo a Polo”, que, segundo sublinha a autarquia portimonense, «entre 29 de julho e 8 de setembro revelará alguns dos espaços naturais mais incríveis da Terra e a beleza e fragilidade do planeta azul, em sério perigo devido à intervenção do homem».

A mostra, dividida em 52 painéis colocados na área entre a Capitania do Porto e o Clube Naval de Portimão, é realizada em colaboração com a National Geographic e agrupa outras tantas imagens captadas por prestigiados fotógrafos da Natureza, como são os casos de Frans Lanting, Steve Winter, Paul Nicklen e Tim Laman. Do Ártico à Antártica, são focados alguns dos espaços naturais do planeta, muitos dos quais conhecidos como ecorregiões identificadas pela sua elevada biodiversidade e alto nível de espécies endémicas.

Para além de mostrar a beleza e a diversidade dos espaços naturais do mundo, bem como as suas ameaças, a organização destaca que esta ação «visa estimular nos visitantes um sentimento de reflexão sobre os efeitos da elevada taxa de extinção das espécies e a destruição do planeta, como resultado da atividade humana. Com efeito, mais de metade das espécies de plantas do mundo e mais de um terço dos mamíferos, aves, répteis e anfíbios habitam apenas 2,3 por cento da superfície terrestre, a maioria nos trópicos, habitats que estão a ser velozmente destruídos, tanto mais que a perda de biodiversidade é alarmante e aumenta a um ritmo nunca antes visto».

As fotografias reunidas provêm do arquivo da National Geographic Society, integrando esta mostra o programa Arte na Rua, através do qual a Fundação ”la Caixa” pretende «levar a ciência, a natureza e a cultura às pessoas fora do contexto habitual dos museus e das salas de exposição, contando no caso da passagem por Portimão com a parceria da câmara».

Estão agendadas visitas guiadas para o público aos sábados e domingos, a partir das 18h00 e sem necessidade de marcação prévia, enquanto as visitas para grupos precisam de marcação através do número de telefone 215 562 495.



Exit mobile version