DECO

CONSULTÓRIO DECO: “Dificuldades financeiras: PARI e PERSI”

Tal como referimos no artigo anterior, muitas são as consequências do não pagamento das prestações mensais, porém neste artigo iremos abordar quais as soluções existentes no mercado para chegar a bom porto na sua vida financeira.

O PARI e o  PERSI são dois recursos bastante valiosos na altura de renegociar um crédito ou até mesmo tentar chegar a acordo com o banco para resolver uma situação de incumprimento.

Pub

Assim, o PARI é o Plano de Ação para o Risco de Incumprimento, ou seja, existe para tentar resolver situações de consumidores que estejam em risco de não cumprir com o pagamento das suas prestações mensais, e evitar todos os dissabores inerentes a isso. Neste plano, ser-lhe-ão apresentadas propostas para o pagamento da sua prestação mensal, ou até mesmo reestruturar o seu contrato de crédito, alargando o prazo final de pagamento, e diminuindo a sua prestação mensal. Existe também a hipótese de redução da taxa de juro associada ao contrato de crédito, levando assim a um maior alívio na prestação mensal.

O PERSI, Plano Extrajudicial para Regularização de Situações de Incumprimento, é um plano existente para resolver casos em que os consumidores já se encontrem em incumprimento, mas sem recorrer as vias judiciais (Tribunais). Assim e apesar de existir já uma falha no pagamento regular da prestação, o banco tenta chegar a um concílio com o devedor-cliente, de forma a evitar o recurso a uma ação executiva, com vista a recuperar o valor em dívida. O método de atuação é em tudo semelhante ao do PARI, com a instituição financeira a apresentar-lhe propostas para retomar o pagamento mensal, mas com uma agravante: poderá ter de pagar ‘entrada inicial’, ou seja, como já existe um incumprimento reportado, para retomar o pagamento do crédito e assim evitar dissabores, o banco poderá exigir-lhe valores de pagamento inicial um pouco mais elevados e que incluem, imposto de selo, comissões bancárias, penalizações por incumprimento, entre outros.

Estes são apenas alguns dos exemplos existentes para o ajudar a sair de uma situação delicada e retomar as rédeas da sua vida financeira.

Para mais informações contacte o GAS DECO!

Pub

Para ler o último artigo publicado aqui pela DECO Algarveclique aqui.



Pub
Artigos Relacionados
Mais em Consultório do Consumidor
E se o bem é expedido, ainda que não pedido, será que o preço é devido ?

E há quem caia na “esparrela” e entenda pagar, satisfazendo a pretensão do fornecedor. E por pruridos outros que não cabe analisar na

A DECO INFORMA: “Pirataria, contrafação e impactos na economia”

Vivemos num mundo global que, apesar de ser cada vez mais tecnológico, continua a registar enormes disparidades sociais, culturais,

WORTEN: mas que “despautério”!

Das Condições Gerais dos Contratos  oferecidas em geral à massa de consumidores pela WORTEN, S.A., consta do § 2.º – cláusula 13 -, sob a

A DECO INFORMA: “Positive and Sustainable Lifestyles – o novo projecto europeu em que a DECO participa.”

PSlifestyle – Positive and Sustainable Lifestyles – é o novo projecto europeu em que a DECO participa. Queremos convidar os portugueses a ter