Estação de Lagos (Foto: https://fotos-amores.blogs.sapo.pt/)

IP abriu concurso público para Eletrificação da Linha do Algarve

Lançamento da empreitada de Eletrificação do troço Tunes / Lagos

A Infraestruturas de Portugal (IP) publicou no passado dia 6 de agosto em Diário da República o Concurso Público para a empreitada de Eletrificação da Linha do Algarve no troço Tunes / Lagos num investimento estimado em 30 milhões de euros, para a eletrificação, com o sistema 25 kV/50Hz, de um troço com 45 quilómetros de extensão.

Entre outros, a execução envolve os seguintes trabalhos:

Pub

- Rebaixamento da via-férrea numa extensão de aproximadamente 400 metros para permitir o gabarit de eletrificação sob PS existentes ao km 337,690, com todos os trabalhos consequentes de tratamento da plataforma, de drenagem e taludes;

- Intervenção nas pontes metálicas de Portimão e Vale da Lama existentes para instalação de catenária;

- Pintura da ponte de Vale da Lama;

- Construção de uma nova infraestrutura de suporte aos sistemas de Sinalização e Telecomunicações;

Pub

- Intervenção em taludes instáveis ou com falta de espaço nos passeios de via, para permitir a colocação de maciços de catenária;

- Demolição, reabilitação ou execução de nova drenagem longitudinal e transversal nomeadamente nas zonas de rebaixamento da via-férrea e em zonas onde se verificou a insuficiência da drenagem existente, assegurando a compatibilização com caminho de cabos e maciços de catenária;

- Intervenções nos edifícios das estações e apeadeiros, nomeadamente, as necessárias e decorrentes da instalação da infraestrutura fixa de tração elétrica, como por exemplo, a ligação à terra dos elementos metálicos, a adaptação e construção de salas de telecomunicações;

- Requalificação em Passagem de Peões da PN ao km 313,914, através da construção da Passagem Superior Rodoviária ao km 314,254;

- Supressão da PN ao km 324,964, através da construção da Passagem Superior Rodoviária ao km 324,964;

Pub

- Requalificação em Passagem de Peões da PN ao km 330,572, através da construção da Passagem Superior Rodoviária ao km 330,009.

A empreitada agora em fase de concurso tem um prazo de execução previsto de 23 meses, estimando-se que esteja concluída no 2º Trimestre de 2024, pelo que este concurso publico é o segundo a ser lançado para esta empreitada, tendo o primeiro concurso sido anulado, pelo motivo de todos os concorrentes terem apresentado propostas com valores superiores ao preço base.

Estação de Vila Real de Santo António (Foto: Wikipédia)

Eletrificação da Linha do Algarve

O projeto de eletrificação da Linha do Algarve, que está a ser desenvolvido pela Infraestruturas de Portugal, está integrado no programa de investimentos designado por “Corredores complementares”, programa este que tem como objetivo a eletrificação dos troços da Linha do Douro: Troço Caíde / Régua; da Linha do Oeste: Troço Meleças / Caldas da Rainha; e da Linha do Algarve: Troços Tunes / Lagos e Faro / Vila Real de Santo António.

A eletrificação da Linha do Algarve, será executado em duas empreitadas. A primeira, correspondendo à eletrificação do troço entre Faro / Vila Real de Santo António foi assinado o contrato em 27 de julho/2021. A segunda é hoje lançada, correspondendo à eletrificação do troço entre Tunes / Lagos.

A eletrificação da Linha do Algarve compreende um investimento global de 70 milhões de euros, comparticipado pela UE, que engloba o desenvolvimento de Estudos e Projetos, a execução de duas empreitadas de eletrificação, a construção de uma subestação de tração elétrica em Olhão, ampliação da subestação de tração elétrica de Tunes, a execução de uma empreitada no Troço Faro / Vila Real de Santo António de “Conceção/Execução para remodelação do sistema de energia das salas técnicas e reformulação de passagens de nível”, a execução de uma empreitada no Troço Tunes / Lagos de “Conceção/Execução para remodelação do sistema de energia das salas técnicas e reformulação de passagens de nível” e uma empreitada de trabalhos associados aos sistemas de telecomunicações ferroviárias.

O projeto de eletrificação da Linha do Algarve entre Faro / Vila Real de Santo António e Tunes / Lagos tem como principais objetivos:

· Assegurar que todo o trajeto na Linha do Algarve possa ser realizado com recurso a material circulante elétrico, resultando daí vantagens ambientais e vantagens relativamente à melhoria de qualidade do material circulante;

· Melhorar a mobilidade no arco metropolitano do Algarve;

· Potenciar o sistema ferroviário com condições de operação que sejam independentes do consumo de combustíveis fósseis.

A presente ação integrará a candidatura a submeter no âmbito do COMPETE 2020, com a designação “Linha do Algarve – Eletrificação”, referente à qual se prevê um financiamento comunitário de 85 %.



Pub
Artigos Relacionados
Mais em Economia
Inflação atinge recorde de 8,1% na UE

Taxa de inflação homóloga da zona euro manteve-se estável nos 7,4% em abril, face a março, segundo informa o Eurostat.

Lagos recebeu empresários brasileiros com vista a futuras parcerias

A cidade de Lagos foi um dos pontos de passagem da delegação da missão ACIB…

Associação Empresarial de Sines e Porto de Luanda assinam protocolo

A Associação Empresarial de Sines (AES) e o Porto de Luanda assinaram um Protocolo de…

AHETA
AHETA e Aviludo firmaram parceria estratégica

A AHETA – Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve e a Aviludo firmaram uma parceria estratégica que visa reforçar a