EFE/Stephanie Lecocq/Arquivo

Ryanair anuncia contratação de 300 pessoas em Portugal

Segundo indicou a companhia irlandesa em comunicado, as ofertas laborais vão estar disponíveis nas bases de Lisboa, Porto, Faro e Ponta Delgada.

A companhia aérea de baixo custo Ryanair anunciou esta terça-feira (10) a contratação de mais de 300 pessoas em Portugal, tais como pilotos, tripulantes de cabine e especialistas em tecnologias da informação, medida que faz parte do seu investimento para o próximo inverno no país, onde irá aumentar a frota e as rotas.

Como já aconteceu com o anúncio de 22 novas rotas para o próximo inverno, feito na semana passada, segundo a agência EFE, a Ryanair deixou no comunicado de hoje recados à companhia aérea portuguesa TAP, controlada pelo Estado, com a qual tem uma forte rivalidade causada pelo apoio público que a concorrente recebeu.

Pub

A companhia irlandesa destaca que "continua a investir nas regiões portuguesas com empregos bem pagos e seguros numa altura em que a TAP está a encolher, cortando empregos e reduzindo a conectividade apesar de receber" mais de mil milhões de euros "dos contribuintes em auxílios estatais".

De acordo com a noticia veiculada pela EFE, a TAP recebeu um empréstimo de 1.200 milhões de euros em troca da execução de um plano de reestruturação que a salve da falência, que inclui, entre outros aspetos, o despedimento anunciado no mês passado de 124 trabalhadores, entre pilotos, tripulantes de cabine e funcionários da sede.

O Estado português tem o controlo da TAP desde o ano passado, altura em que chegou a acordo com os acionistas privados da companhia aérea para aumentar a sua presença no capital, de 50% a 72,5%, e salvar a companhia da falência, embora se especule um pouco mais, de que se irá converter em único acionista.

A Ryanair revelou na semana passada, de acordo coma EFE, que a partir de novembro irá investir 300 milhões de dólares (cerca de 253 milhões de euros) no aeroporto de Lisboa, onde terá outros três aviões, com o qual irá deter um total de sete no aeródromo português.

Com esta frota, a companhia 'low cost' irlandesa pretende fazer 250 voos semanais desde a capital portuguesa.

Pub



Pub
Mais em Economia
ACRAL
ACRAL apresentou projeto «E-Algarve» para ajudar empresas na transição digital

A ACRAL – Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve apresentou ontem, quinta-feira, o projeto «E-Algarve», que pretende ajudar

Silves aprovou candidaturas PAHAB e PARJPI

A Câmara Municipal de Silves aprovou, nas reuniões do executivo, as candidaturas para atribuição de apoio financeiro à reabilitação urbana.

Porto de Sines esteve na Assembleia do Projeto PLANET

A Comunidade Portuária e Logística de Sines participou na primeira Assembleia presencial do #PLANETproject. A reunião teve lugar em Valência.

JYSK renova a sua loja em Albufeira

Esta reabertura da JSYK, a gigante dinamarquesa, faz parte do objetivo de renovação das suas lojas com o novo conceito 3.0, que será