(AP Photo / Ivan Nikiforov)

Rússia: aldeias na Sibéria evacuadas devido a incêndios

As autoridades russas tiveram que evacuar duas aldeias numa vasta região da Sibéria, onde 155 incêndios florestais ativos ocorreram neste domingo.

Uma dúzia de aldeias na república Sakha-Yakutia, no nordeste da Sibéria, segundo a APNews, foram ameaçadas pelos incêndios, de acordo com a task force regional que atua na situação de emergência. As autoridades locais viram-se forçadas  a transferir os residentes de duas aldeias, Kalvitsa e Kharyyalakh, para outras áreas habitadas, enquanto equipas compostas por 3.600 pessoas trabalhavam para conter cerca de metade dos fogos ativos.

No sábado, as chamas destruíram 31 casas e oito prédios de manutenção em outra localidade, Byas-Kuel, com cerca de 400 residentes que foram evacuados, disseram autoridades locais.

Pub

O governador de Yakutia, Aysen Nikolayev, segundo a APNews, ordenou que as autoridades abrissem trilhas do tipo corta- fogo ao redor dos assentamentos de madeira ameaçados. O site do governo de Yakutia tinha declarado anteriormente que Nikolayev tinha desmatado áreas ao redor das aldeias ameaçadas, mas os seus porta-vozes disseram que foi um erro dizerem isso, pois tal ordem não existiu.

Segundo a notícia da APNews, nos últimos anos, a Rússia registou altas temperaturas que muitos cientistas consideram como resultado da mudança climática. O clima quente, juntamente com a negligência das regras de segurança contra incêndios, tem causado um número crescente de fogos florestais.

Os especialistas também atribuem o agravamento da situação dos incêndios à decisão de 2007 de desmantelar uma rede de aviação federal que detetava e combatia incêndios florestais. Os ativos da rede foram transferidos para as autoridades regionais, um movimento muito criticado que levou ao rápido declínio da força de combate a incêndios.

As florestas que cobrem grandes áreas da Rússia tornam a identificação de novos incêndios um desafio.

Pub



Pub
Mais em Internacional
Mais 110 migrantes resgatados do Mediterrâneo (c/ vídeo)

110 migrantes, incluindo uma menina de 2 anos, foram resgatados, esta terça-feira, no Mediterrâneo pela ONG espanhola Open Arms. 

Rússia oferece cidadania rápida a residentes da Ucrânia ocupada

Vladimir Putin assinou um decreto nesta quarta-feira (25) que simplifica o processo para os moradores das regiões de Kherson e Zaporizhzhia…

Número de casos de varíola dos macacos em Espanha sobe para 51

Região de Madrid continua a mais afetada, com 47 positivos. Sauna da capital espanhola é…

EUA: Um professor e catorze crianças mortas a tiro no Texas

Catorze crianças e um professor foram mortos num tiroteio numa escola básica dos arredores de San Antonio,…