EFE/EPA/MARTIAL TREZZINI

OMS anuncia testes com três novos tratamentos para Covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou esta quarta-feira (11) o início de testes  de três novos tratamentos para a Covid-19 em pacientes hospitalizados

Os três medicamentos, nos quais serão usados os fármacos Artesunato (produzido pela Ipca), Imatinib (Novartis) e Infliximabe (Johnson & Johnson). foram doados pelos fabricantes e selecionados por um painel independente de especialistas "dado o seu potencial na redução do risco de falecimento de pacientes com covid-19", indicou a OMS em comunicado.

De acordo com a agência EFE, o Artesunato costuma ser utilizado no tratamento de casos graves de malária, o Imatinib em alguns tipos de cancro, e o Infliximabe em doenças que atacam o sistema imunitário, de acordo com o comunicado da Organização.

Pub

Dá-se início com os três à segunda fase de testes Solidarity, que na primeira etapa não conseguiu resultados positivos após testar em pacientes a Hidroxicloroquina, utilizada inicialmente contra a malária, o antiviral Remdesivir, e os antirretrovirais Lopinavir e Ritonavir.

A OMS concluiu no fim do ano passado que nenhum desses quatro tratamentos alcançava reduções importantes na duração dos internamentos, no número de mortes por covid-19 ou na quantidade de pessoas que precisavam de auxílio mecânico para respirar.

Em contraste com o rápido desenvolvimento das vacinas, com mais de uma dezena já em uso no mundo, segundo a EFE, a OMS reconhece apenas dois tratamentos como eficazes contra a Covid-19, o corticosteroide Dexametasona e o uso de fármacos antagonistas do recetor de interleucina-6.

O primeiro medicamento é de fácil acesso em todo o mundo, devido ao baixo valor de venda, enquanto o segundo é mais caro, o que fez a própria OMS admitir que não estaria ao alcance da maioria dos pacientes nos países em desenvolvimento.

Pub

Os testes da segunda fase do programa Solidarity, segundo divulga a agência EFE, envolverão milhares de investigadores em 60 hospitais localizados em 52 países, mais 16 nações do que na primeira etapa, conforme informou hoje a OMS.



Pub
Mais em Saúde
No final de junho vamos ter novidades sobre a imunidade contra a covid-19 – CNN

Trinta e seis hospitais públicos e 16 laboratórios privados participam na quarta fase do inquérito serológico nacional, que vai permitir

Covid-19: Governo prolonga situação de alerta até 30 de junho mas regras mantêm-se

Em reunião do Conselho de Ministros desta quinta-feira, o Governo decidiu prolongar a situação de alerta inerente à Covid-19 até ao final do

Varíola dos macacos alastra pelo mundo (vídeo)

A varíola dos macacos espalha-se pelo mundo. Há já mais de 230 casos confirmados em 19 países,…

CHUA promove Jornadas de Medicina Física e de Reabilitação

O Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) organiza no próximo dia 7 de junho as…