Covid-19: Três concelhos algarvios com incidência acima dos 960 casos

Vila do Bispo, Lagos e Albufeira são os três concelhos algarvios que apresentam maior incidência de infeções a 14 dias pelo coronavírus da covid-19, acima dos 960 casos por 100 mil habitantes, de acordo com a Direção-Geral da Saúde (DGS).

A incidência cumulativa a 14 dias reporta-se ao período entre 5 e 18 de agosto, com o relatório divulgado hoje pela DGS a mencionar cinco concelhos acima do limiar máximo de mais de 960 casos por 100 mil habitantes definido pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças.

Pub

Boticas é o concelho do país com maior taxa de incidência (1.502 casos), seguido de Vila do Bispo (1.360), Lagos (1.275), Mourão (1.069) e Albufeira (990).

Comparativamente aos dados divulgados há uma semana, a DGS reportou mais um concelho acima do limiar máximo de casos e menos três sem infeções.

Em relação ao Algarve, há mais um concelho acima do limiar de 960 casos do que na semana passada, com a entrada de Lagos e Albufeira e a saída de Portimão, que soma agora 892.

Cinco concelhos no segundo patamar

Além de Portimão, no mesmo patamar, entre os 480 e os 959,9 casos por 100 mil habitantes a 14 dias, estão Loulé (828), Lagoa (686), Faro (634) e Aljezur (518).

Pub

Os municípios de Silves (475), São Brás de Alportel (453), Vila Real de Santo António (397), Olhão (328), Tavira (321), Castro Marim (290), Monchique (241) encontram-se no patamar entre os 240 e os 479,9 casos.

No nível de incidência entre os 120 e os 239,9 casos, encontra-se apenas um concelho algarvio, Alcoutim (193).

Por outro lado, o relatório de monitorização das linhas vermelhas do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) e da Direção-Geral da Saúde (DGS) indica, em relação ao Algarve, um Rt (índice de transmissibilidade) de 1,04 e que, na semana de 13 a 19 de agosto, a incidência a 14 dias fixou-se acima do limiar dos 480 casos por 100 mil habitantes, com uma incidência cumulativa de 748 casos, uma variação percentual de 4% face à semana anterior.

Rt e incidência a subir no Algarve

“Observou-se um valor de Rt superior a 1 nas regiões Centro (1,01), Alentejo (1,03) e Algarve (1,04) indicando uma tendência constante a crescente da incidência de infeção por SARS-CoV-2/ COVID-19. Se estas taxas de crescimento se mantiverem, o limiar da taxa de incidência a 14 dias de 960 casos por 100.000 habitantes poderá ser atingido em duas semanas a um mês na região Algarve e o limiar 480 casos por 100.000 em um a dois meses na região Alentejo”, alerta o relatório.

Segundo o documento, o valor médio do R(t) subiu em todas as regiões do país na última semana, o que sugere “uma desaceleração da tendência decrescente da incidência, e o possível início de uma fase de crescimento da incidência nas regiões Alentejo e Algarve”.

Pub

A nível nacional, na última semana registaram-se 141 doentes internados em unidades de cuidados intensivos (UCI), o que corresponde a 55% do limiar crítico para os serviços de saúde, de 255 camas ocupadas, representando também uma redução face à semana anterior.

“Nas últimas semanas, este indicador tem vindo a assumir uma tendência decrescente (-17% em relação à semana anterior)”, refere o documento, que detalha que o grupo etário mais representado nos internamentos em UCI foi o dos 60 aos 79 anos.



Pub
Mais em Saúde
Portugal enfrenta nova onda de covid-19 e pondera reforçar medidas

Os casos de coronavírus aumentaram 58% numa semana em Portugal, segundo a notícia hoje publicada…

Covid-19
Covid-19: Algarve regista mais de 9.900 casos ativos e 49 internamentos

Os números de novos casos diários de coronavírus SARS-CoV-2, casos ativos e internamentos associados à Covid-19 no Algarve continuaram

Covid-19: Semana com mais mortos, mais internados e mais novos casos

Nos últimos sete dias de avaliação da evolução da pandemia de covid-19 em Portugal, foram registados mais 157.502 novos casos, segundo o

INEM alerta para o esgotamento pelo calor

O esgotamento pelo calor ocorre em consequência da exposição a períodos de calor intenso, durante vários dias consecutivos, quando um