CONSULTÓRIO DECO: “Campanha “Lixo Sob Investigação: Quem é o culpado deste crime?””

Um dos maiores desafios da sociedade atual é o plástico, especialmente o de uso único. A sua utilização excessiva e posterior falha no processo de reciclagem tem levado a que grande parte deste plástico acabe nos oceanos.

Segundo o parlamento europeu em 2018 os oceanos já albergavam mais de 150 milhões de toneladas de resíduos plásticos.

Pub

Numa estimativa realizada pela Fundação Ellen MacArthur, até 2050 poderá haver mais plásticos do que peixes no oceano.

Apesar deste ser um desafio global, a intervenção local poderá ser um passo muito importante na proteção dos ecossistemas da costa Portuguesa.

O plástico localizado nos oceanos decompõem-se, lentamente em microfragmentos. Estes são ingeridos pela fauna marinha chegando assim à nossa alimentação, com consequências para a nossa saúde que ainda desconhecemos.

A campanha “Lixo Sob Investigação: Quem é o culpado deste crime?” direcionada a alunos do 1º ciclo de ensino, vai promover a realização de sessões informativas sobre o tema “Desplastifica-te” e a visita a uma praia da região, para recolher alguns resíduos. O lixo recolhido será depois, organizado e identificado, através da criação de um “bilhete de identidade” onde deverá constar informação como o tempo de degradação, o impacto nos ecossistemas marinhos e o local onde deveria ter sido depositado.

Pub

Conseguir sensibilizar os mais jovens para este problema será um importante passo para o seu envolvimento no combate ao abandono de lixo no meio ambiente, permitindo potenciar a reciclagem e conseguir ainda que estas crianças se tornem um fator de mudança no seu ambiente familiar.

Para mais informações sobre esta campanha visite www.DECOjovem.pt

Para ler o último artigo publicado aqui pela DECO Algarveclique aqui.



Pub
Mais em Consultório do Consumidor
A DECO INFORMA; “Crédito de baixo consumo e riscos para o orçamento familiar”

O crédito ao consumo continua a ser um produto muito importante para os consumidores, para permitir efetuar uma compra ou até pagar uma

O assédio como prática negocial: O assédio é ilícito de mera ordenação social, o assédio é crime!

Assédio é, pode afirmar-se com segurança, no plano legal, “toda e qualquer situação em que ocorra um comportamento indesejado, relacionado

A DECO INFORMA: “ALIMENTAR SEM DESPERDIÇAR – dicas para evitar desperdício em casa”

As perdas relacionadas com o desperdício alimentar representam um forte impacto ambiental, económico e social, pelo que é essencial

E se o bem é expedido, ainda que não pedido, será que o preço é devido ?

E há quem caia na “esparrela” e entenda pagar, satisfazendo a pretensão do fornecedor. E por pruridos outros que não cabe analisar na