(Google Maps)

Rolear e Metalofarense compram edifício da Sumol + Compal

Investimento representa um crescimento dos negócios do grupo Rolear e da Metalofarense

Há mais um investimento no mercado imobiliário em Portugal e, em concreto, no segmento de logística. De acordo com a notícia publicada pelo Idealista.Pt, o grupo Rolear e a Metalofarense compraram, em conjunto, o edifício da Sumol+Compal em Vale da Venda - Faro, por um valor não revelado. E com esta nova aquisição, as empresas portuguesas querem fazer crescer os seus negócios e desenvolver, assim, a região do Algarve.

O objetivo das empresas converge.
Para Parreira Afonso, o administrador da Rolear que se dedica desde 1979 à área da eletricidade, eletromecânica e bombagem, esta nova unidade vai "proporcionar o incremento geral dos negócios, fortalecendo as nossas empresas e contribuindo para o desenvolvimento da região", disse citado em comunicado enviado às redações.

Pub

Por seu turno, Luís Afonso, administrador da Metalofarense que desde 1958 trabalha com produtos siderúrgicos e materiais de construção, admite que "se trata, pois, de mais um passo no crescimento da nossa atividade, acompanhando o desenvolvimento e o progresso da região algarvia".

 

Mas como é que as empresas vão atuar?

Dinamizando as marcas, aumentando a capacidades de armazenamento, cultivando a proximidade com os seus clientes e aumentando o portfólio de oferta de produtos, responde o comunicado enviado pela Savills, a consultora que comercializou o ativo a pedido da Sumol + Compal.

Trata-se em concreto, de um edifício localizado na Estrada Nacional 125, a três quilómetros do centro comercial Fórum Algarve. É composto por um bloco principal, com uma área destinada a escritórios, zonas técnicas e de apoio à atividade fabril e logística, segundo descreve a ID Empresas / Idealista.Pt.

Esta foi em tempos uma das fábricas da Sumol + Compal, mas no final de 1995 passou a ser somente utilizada como centro regional de armazenamento e distribuição do portfólio de bebidas. E o espaço não era suficiente, já que, depois, foi feita uma ampliação das instalações criando novas áreas de armazenamento.

Pub

Atualmente, pode contar-se com uma área total de armazéns de 7.753 metros quadrados (m2), uma área total de escritórios de 2.221 m2 e uma área total de logradouro de 10.474 m2.

Pub
Mais em Economia
Gastos domésticos pressionam famílias portuguesas

“Os aumentos previstos nos gastos domésticos estão a colocar uma pressão adicional sobre os pais que já se encontravam sobrecarregados…”

TeleTrade: Posições especulativas dominam investimentos

Todos os três principais índices de Wall Street mergulharam profundamente nas mínimas de abril de 2021, incluindo o amplo indicador de mercado S&P

PME confiantes em crescimento entre 10 e 30%

Empresas nacionais saem fortalecidas pelo contexto pandémico (69,7%) e reforçam aposta em sustentabilidade, transformação digital…

Odemira: FACECO decorre entre os dias 22 e 24 de julho

Está agendada para os dias 22, 23 e 24 de julho, em S. Teotónio, a…